Comentário a “O externalismo semiótico ativo de C. S. Peirce e a cantoria de viola como signo em ação”

Em busca de uma ontologia para o paradigma 4e

Autores

  • Max Rogerio Vicentini Universidade Estadual de Maringá (UEM)

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2021.v44n3.17.p211

Palavras-chave:

C. S. Pierce, Signo, Sistema cognitivo distribuído

Resumo

Referência do artigo comentado: ATÃ, P; QUEIROZ, J. O externalismo semiótico ativo de C. S. Peirce e a cantoria de viola como signo em ação. Trans/Form/Ação: revista de filosofia da Unesp, v. 44, n. 3, p. 177-204, 2021.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Max Rogerio Vicentini, Universidade Estadual de Maringá (UEM)

Professor na Universidade Estadual de Maringá (UEM), Maringá, PR – Brasil.

Referências

ATÃ, P.; QUEIROZ, J. O externalismo semiótico ativo de C. S. Peirce e a cantoria de viola como signo em ação. Trans/Form/Ação: revista de filosofia da Unesp, v. 44, n. 3, p. 177 –204, 2021.

PAOLUCCI, C. The “External Mind”: Semiotics, Pragmatism, Extended Mind and Distributed Cognition. Versus: quaderni di studi semiotici, n. 112-113, p. 69-96, 2011.

PEIRCE, C. S. Collected papers of Charles Sanders Peirce. Ed. by C. Hartshorne e P. Weiss (v. 1-6); A. Burks (v. 7-8). Cambridge, MA: Harvard University Press, 1931-1958. v. 8.

Recebido: 15/4/2021

Aceito: 17/4/2021

Downloads

Publicado

2021-08-20 — Atualizado em 2021-08-27

Como Citar

Vicentini, M. R. (2021). Comentário a “O externalismo semiótico ativo de C. S. Peirce e a cantoria de viola como signo em ação”: Em busca de uma ontologia para o paradigma 4e. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 44(3), 211–214. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2021.v44n3.17.p211

Edição

Seção

Artigos e Comentários