Comentário a “O governo biopolítico do migrante de sobrevivência”

Autores

  • Thiago Fortes Ribas Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2021.v44n2.08.p107

Palavras-chave:

Neoliberalismo, Capital Humano, Governamentalidade, Biopolítica

Resumo

Referência do texto comentado: CANDIOTTO, Cesar. O governo biopolítico do migrante de sobrevivência: uma leitura crítica da lógica do capital humano na era neoliberal. Trans/ Form/Ação: revista de filosofia da Unesp, v. 44, n. 2, 2021, p. 87 – 106.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Fortes Ribas, Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ

Professor do Departamento de Fundamentos da Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ – Brasil.

Referências

CANDIOTTO, C. O governo biopolítico do migrante de sobrevivência: uma leitura crítica da lógica do capital humano na era neoliberal. Trans/Form/Ação: revista de filosofia da Unesp, v. 44, n. 2, 2021, p. 87 – 106.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

FOUCAULT, M. Le sujet et le pouvoir. In : Dits et écrits IV (1980-1988). Paris: Gallimard, 1994, p. 222-243.

FOUCAULT, M. Naissance da la biopolithique. Paris: Gallimard/Seuil, 2004.

Recebido: 12/10/2020 - Aceito: 20/10/2020

Downloads

Publicado

2021-06-25 — Atualizado em 2021-08-27

Como Citar

Ribas, T. F. . (2021). Comentário a “O governo biopolítico do migrante de sobrevivência”. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 44(2), 107–110. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2021.v44n2.08.p107

Edição

Seção

Artigos e Comentários