A Revolução burguesa, Florestan Fernandes

Autores

  • Paulo Silveira

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31731975000100012

Palavras-chave:

Resenha, A Revolução Burguesa no Brasil

Resumo

Os comentários surgidos até agora sobre este último livro de Florestan Fernandes, independentemente de seu teor crítico (e, portanto, político) têm concordado com a dificuldade da leitura do texto. Por que A Revolução Burguesa no Brasil é um texto difícil? Esta dificuldade provém principalmente dos níveis em que trabalha o Autor: o da história e o da estrutura. Confundi-los não só acarreta dificuldades de leitura, mas, o que é pior, interpretações errôneas. Com efeito, a arquitetura profunda deste trabalho está fundada na distinção que o Autor faz entre história e estrutura. Elas são como que os pilares que sustentam e que fundam todo o discurso. Esta importância requer que se medite um pouco sobre essa distinção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1975-01-01

Como Citar

Silveira, P. (1975). A Revolução burguesa, Florestan Fernandes. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 2, 202–205. https://doi.org/10.1590/S0101-31731975000100012

Edição

Seção

Resenha