Conhecimento cientifico do individual e comentários filosóficos

uma análise do «Tractatus»

Autores

  • Arley R. Moreno Universidade Estadual de Campinas UNICAMP/ SP

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31731974000100005

Palavras-chave:

Tractatus, Conhecimento cientifico

Resumo

O Tractatus de Wittgenstein propõe-nos uma teoria dos indiscerníveis, na verdade muito sumária, que nos parece bastante útil em seus resultados, pelo menos para bem situar certos problemas de epistemologia das ciências. Para bem compreender o alcance de tal teoria, partiremos das noções de "propriedades internas" dos objetos e de "estrutura" dos estados de coisas. O comentário de número 2.0233 afirma que "Dois objetos de mesma forma lógica - abstraindo suas propriedades externas - se diferenciam mutuamente, somente por serem distintos (verschieden)". Os objetos possuem "forma" porque eles podem constituir conjuntos mais amplos, por combinação mútua: os estados de coisas; essa possibilidade, que delimita todos os conjuntos possíveis, constitui a forma dos objetos. Os estados de coisas possuem "estrutura" porque nada mais são de que as possibilidades de combinação de seus elementos - os objetos (2.0233). As duas noções estão, assim, dentro do mesmo campo de análise, a saber, do possível - i.e., daquilo que pode ser dito e pensado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1974-01-01

Como Citar

Moreno, A. R. (1974). Conhecimento cientifico do individual e comentários filosóficos: uma análise do «Tractatus». TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 1, 71–77. https://doi.org/10.1590/S0101-31731974000100005

Edição

Seção

Artigos e Comentários