Evento ou Ato?

Sobre as críticas de Žižek a Badiou

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2021.v44n3.25.p317

Palavras-chave:

Evento, Ato, Revoluções, Psicanálise

Resumo

O artigo examina o conceito de Evento elaborado por Alain Badiou e o contrapõe a noção lacaniana de ato tal como reformulada por Slavoj Žižek. Investigará, para tanto, alguns dos trabalhos centrais em que o filósofo francês reconstrói ideias de Lacan a partir de engenhosas associações com Espinosa, Ésquilo e textos militantes de Marx. Badiou escreve sobre uma ruptura não dialética entre Ser e Evento.  Zizek, mais fiel a Lacan e também a Hegel, defende a existência de uma unidade entre as dimensões separadas por Badiou. De acordo com o esloveno, um ato político não estabelece, de pronto, um engajamento em um novo começo. Ele apenas limpa o caminho para isso. Dizer “não” seria, então, suficiente para realização de um verdadeiro ato revolucionário?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mariana Pimentel Fischer, Universidade Federal de Pernambuco

Professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Recife, PE - Brasil.

Referências

BADIOU, A. Theori du Sujet. Paris: Seuil, 1982.

BADIOU, A. L'Être et L'Événement. Paris: Seuil, 1988.

BADIOU, A. Conditions. Paris: Seuil, 1992.

BADIOU, A. Ética - um Ensaio Sobre a Consciência do Mal. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1995a.

BADIOU, A. São Paulo: A Fundação do Universalismo. São Paulo: Boitempo, 1995b.

BADIOU, A. Compêndio de Metapolítica. Lisboa: Piaget, 1999.

BADIOU, A. Logique des Mundes: L’Être et L’Événement 2. Paris: Seuil, 2006.

BADIOU, A.; ŽIŽEK, S. Philosophy in the Present. Cambridge: Polity, 2009.

BADIOU, A. Louis Althusser: le (re)commencement du matérialisme historique. In: BADIOU, A. L’aventure de la philosphie française: depuis les années 1960. Paris: La Fabrique, 2012.

BADIOU, A. et al. Sopa de Wuhan: Pensamiento Contemporaneo en Tiempos de Pandemias. ASPO, 2020.

BOSTEELS, B. Alain Badiou's Theory of the Subject: Part I. The Recommencement of Dialectical Materialism? Pli (Warwick Journal of Philosophy), v. 12, p. 200-229, 2001.

BOSTEELS, B. Translater’s Introduction. In: BADIOU, A. Theory of the Subject. Londres: Continuum, 2009.

FREUD, S. Além do Princípio do Prazer (1920). In: FREUD, S. Obras Completas, v. 14. São Paulo: Companhia das Letras, 2010a.

FREUD, S. O Inquietante (1919). In: FREUD, S. Obras Completas, v. 14. São Paulo: Companhia das Letras, 2010b.

LACAN, J. O Seminário. Livro 11: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.

LACAN, J. O Seminário. Livro 11: os quatro conceitos fundamentais da psicanálise. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1988.

LACAN, J. Ato psicanalítico. In: LACAN, J. Outros Escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003a.

LACAN, J. Proposição de 9 de outubro de 1967 sobre o psicanalista da Escola. In: LACAN, Jacques. Outros escritos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2003b.

LACAN, J. O Seminário. Livro 10: a Angústia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

LACAN, J. (1967-1968). O Seminário. Livro 15: O ato psicanalítico (não publicado).

LAPLANCHE, J. Vida e Morte em Psicanálise. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985.

MILLER, J-A. La Suture (éléments de la logique du signifiant). Cahiérs pour l’Analyse, p. 38-49, 1966.

SAFATLE, V. Grande Hotel Abismo: Por uma Reconstrução da Teoria do Reconhecimento. São Paulo: Martins Fontes, 2012.

SAFATLE, V. Circuito dos Afetos: Corpos políticos, Desamparo, Fim do Indivíduo. São Paulo: Cosac Naify, 2015.

SPINOZA, B. Ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

ŽIŽEK, S. Ticklish Subject: The Absent Centre of Political Ontology. Nova Iorque/Londres: Verso, 2000.

ŽIŽEK, S. For they not know what they do: enjoyment as a political factor. Nova Iorque/Londres: Verso, 2008.

ŽIŽEK, S. Less Than Nothing: Hegel and the shadow of dialectical materialism. New York, London: Verso, 2012.

ŽIŽEK, S. Pandemic: Covid-19 Shakes de World. New York & London: OR Books, 2020.

ŽIŽEK, S.; BUTLER, J.; LACLAU, E. Contingency, Hegemony, Universality: Contemporary Dialogues on the Left. New York, London: Verso, 2000.

Recebido: 19/9/2020

Aceito: 07/4/2021

Downloads

Publicado

2021-08-20 — Atualizado em 2021-08-27

Como Citar

Fischer, M. P. (2021). Evento ou Ato? Sobre as críticas de Žižek a Badiou. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 44(3), 317–336. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2021.v44n3.25.p317

Edição

Seção

Artigos e Comentários