MBEMBE, Achille. Sair da Grande Noite: ensaio sobre a África descolonizada. Trad. Fábio Ribeiro. Petrópolis, RJ: Vozes, 2019. 256 p.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/0101-3173.2022.v45esp.22.p455

Palavras-chave:

Descolonização Africana, Pós-Colonialismo, Afropolitismo, Raça, Memória

Resumo

A resenha analisa a obra Sair da grande noite: ensaio sobre a África descolonizada, de Achille Mbembe. Trata-se de refletir como o cientista político, filósofo e historiador camaronês produz tensionamentos importantes para o pensamento político contemporâneo e, em especial, para o reposicionamento dos debates epistêmicos, ontológicos e geopolíticos a partir de lentes racializadas. Ao tratar dos processos da descolonização africana, enquanto experiência de emergência e de revolta, sublinha-se a crítica voltada ao ímpeto colonial e aospressupostos raciais inscritos na lo?gica de um sistema de supremacia branca, eurocentrado, que não deixou de pautar a agenda econômico-política africana após a descolonização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego dos Santos Reis, Universidade de São Paulo (USP)

Pós-Doutorado na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Professor Substituto de Filosofia da Educação na Faculdade de Educação da UFRJ. Professor Colaborador da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. É Doutor (2019), Mestre (2015) e Licenciado (2012) em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, com estágio doutoral no Institut d'Études Politiques de Paris/SciencesPo (com bolsa CAPES/PDSE). Bacharel em Artes Cênicas - Teoria do Teatro (2017) pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

Referências

CÉSAIRE, Aimé. Discurso sobre a negritude. Trad. Ana Maria Gini Madeira. Belo Horizonte: Nandyala, 2010.

COLLINS, Patricia Hill. Pensamento feminista negro: conhecimento, consciência e a política do empoderamento. Trad. Jamille Pinheiro Dias. São Paulo: Boitempo, 2019.

ELA, Jean-Marc. Restituir a história às sociedades africanas: promover ciências sociais na África Negra. Luanda: Mulemba; Mangualde: Pedalgo, 2013. (Coleção Reler África).

FANON, Frantz. Les damnés de la terre. Paris: La découverte, 2003 [1961].

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Trad. Renato Silveira. Salvador: Editora UFBA, 2008.

MBEMBE, Achille. Políticas da inimizade. Trad. Marta Lança. Lisboa: Antígona, 2017.

MBEMBE, Achille. Crítica da razão negra. Trad. Sebastião Nascimento. São Paulo: n-1, 2018.

MBEMBE, Achille. Sair da Grande Noite: ensaio sobre a África descolonizada. Trad. Fábio Ribeiro. Petrópolis, RJ: Vozes, 2019a.

MBEMBE, Achille. A ideia de um mundo sem fronteiras. Trad. Stephanie Borges. Revista Serrote, Instituto Moreira Salles, 2019b. s.p. Disponível em: https://www.revistaserrote.com.br/2019/05/a-ideia-de-um-mundo-sem-fronteiras-por-achille-mbembe/. Acesso em: 5 jul. 2020.

MBEMBE, Achille. Brutalisme. Paris: La Découverte, 2020.

REIS, Diego dos Santos. O governo da emergência: Estado de exceção, guerra ao terror e colonialidade. Rio de Janeiro: Multifoco, 2020a.

REIS, Diego dos Santos. Políticas da Inimizade, de Achille Mbembe – Resenha. Cadernos de Ética e Filosofia Política, São Paulo, v. 2, n. 37, p. 252-256, 2020b.

SHAKESPEARE, William. Hamlet. Trad. Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça e Bárbara Heliodora. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2015.

Recebido: 30/8/2020 - Aceito: 20/01/2021

Downloads

Publicado

2022-01-06 — Atualizado em 2022-06-23

Como Citar

Reis, D. dos S. (2022). MBEMBE, Achille. Sair da Grande Noite: ensaio sobre a África descolonizada. Trad. Fábio Ribeiro. Petrópolis, RJ: Vozes, 2019. 256 p. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 45, 455–464. https://doi.org/10.1590/0101-3173.2022.v45esp.22.p455