Introdução ao método de pesquisa das paixões "tóxicas": do raciocínio por analogia à semiologia psicanalítica

Autores

  • Victor Eduardo Silva Bento

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-31732009000100011

Palavras-chave:

Epistemologia, método de pesquisa qualitativa, raciocínio por analogia,

Resumo

Tratou-se de pesquisa de revisão crítica da literatura no campo da epistemologia. Partiu-se da hipótese das paixões “tóxicas”, isto é, de que existe uma analogia funcional entre as paixões e as toxicomanias devido à função do excesso narcísico, semelhante, mas não idêntica, em ambas. O objetivo foi introduzir os fundamentos teóricos dos métodos de pesquisa qualitativa desta hipótese, partindo-se do raciocínio por analogia na direção da semiologia psicanalítica. Mais precisamente, pretendeu-se discutir, em nível introdutório, alguns fundamentos teóricos destes métodos vistos como análogos, com dupla finalidade: equacionar uma formulação da hipótese das paixões “tóxicas” de acordo com estes métodos; e estruturar um plano de estudo teórico de caráter psicanalítico, em debate interdisciplinar, adequado a esta formulação, a ser executado em outras investigações a partir da aplicação destes métodos na pesquisa desta hipótese.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-01-10

Como Citar

Bento, V. E. S. (2009). Introdução ao método de pesquisa das paixões "tóxicas": do raciocínio por analogia à semiologia psicanalítica. TRANS/FORM/AÇÃO: Revista De Filosofia, 32(1), 175–192. https://doi.org/10.1590/S0101-31732009000100011

Edição

Seção

Artigos e Comentários