EFEITOS DA NATAÇÃO EM PESSOAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: PERCEPÇÃO DE PAIS E TERAPEUTAS

Autores

Palavras-chave:

Transtorno do Espectro Autista. Natação. Exercício Físico. Atividade Motora Adaptada.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi avaliar a percepção dos pais e terapeutas de crianças com autismo em relação as alterações no comportamento geral e acesso a tratamento. Caracteriza-se como pesquisa de campo exploratória. A amostra compreendeu 54 participantes, sendo: 38 pais de crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) praticantes de natação há pelo menos 1 ano; e 16 terapeutas que atendem crianças com TEA. Coleta de dados foi realizada por questionário do tipo Survey (plataforma SurveyMonkey), elaborado pelos pesquisadores e avaliado por três doutores na área de Educação e Educação Física. Foram avaliados aspectos cognitivos, afetivo, motor, percepções a respeito do acesso e competências relacionadas à natação. A plataforma foi utilizada para cálculos percentuais simples. A natação produziu alterações favoráveis, na percepção dos pais e terapeutas. Apesar das limitações, conclui-se que a prática de natação mostra-se positiva sobre vários aspectos na percepção de pais e terapeutas de crianças com autismo. Entretanto nota-se escassez de profissionais capacitados para tal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APARECIDO DE ALMEIDA, F. O Indivíduo Com Transtorno Do Espectro Do Autismo E a Importância Da Qualidade De Vida. 2018.
BEST, J. F.; JONES, J. G. Movement Therapy in the Treatment of Autistic Children. Australian Occupational Therapy Journal, v. 21, n. 2, p. 72–86, 1974.
BREMER, E.; CROZIER, M.; LLOYD, M. A systematic review of the behavioural outcomes following exercise interventions for children and youth with autism spectrum disorder. Autism, v. 20, n. 8, p. 899–915, 2016.
CAMPION, M. Hidroterapia: princípios e prática. São Paulo: Manole. 2000
CAPUTO, G. et al. Effectiveness of a Multisystem Aquatic Therapy for Children with Autism Spectrum Disorders. Journal of Autism and Developmental Disorders, v. 48, n. 6, p. 1945–1956, 2018.
CARVALHO, G.; SÁ, S. Natação , Ludicidade e Mediação?: a Inclusão da Criança Autista na Aula. p. 15–20, 2014.
DA SILVA FERRAZ, P. C., DE SOUSA, D. E. S., PONTES, D. N., SOUSA, F. L., SILVA, H. A., & SILVA, R. P. Equoterapia e suas repercussões na interação social na percepção de pais de crianças autistas. Revista Ciência e Conhecimento–ISSN, 2177(3483), 32. 2017.
DE ALMEIDA PEREIRA, D. A., & DE ALMEIDA, A. L. Processos de Adaptação de crianças com transtorno do espectro autista à natação: um estudo comparativo. Revista Educação Especial em Debate, (4), 79-91. 2017.
DE SOUZA, C. M. L.; BASTISTA, C. G. Interação entre crianças com necessidades especiais em contexto lúdico: Possibilidades de desenvolvimento. Psicologia: Reflexao e Critica, v. 21, n. 3, p. 383–391, 2008.
FOX, K. R.; RIDDOCH, C. Symposium on “growing up with good nutrition: A focus on the first two decades”: Charting the physical activity patterns of contemporary children and adolescents. Proceedings of the Nutrition Society, v. 59, n. 4, p. 497–504, 2000.
HOBSON, R. P., CHIDAMBI, G., LEE, A. & MEYER, J. Foundations for self-awareness: an exploration through autism. Monographs of the Society for Research in Child Development, 71(2), vii-188. 2006.

HOHEPA, M.; SCHOFIELD, G.; KOLT, G. S. Physical Activity: What Do High School Students Think? Journal of Adolescent Health, v. 39, n. 3, p. 328–336, 2006.
HOLANDA, R. et al. Equoterapia E Cognição Em Pacientes Autistas: Um Estudo De Caso. Revista Expressão Católica, v. 2, n. 2, p. 83–95, 2017.
KRAFT, E.; LEBLANC, R. Instructing children with Autism Spectrum Disorder: Examining swim instructors’ knowledge building experiences. Disability and Health Journal, v. 11, n. 3, p. 451–455, 2018.
LIRA NETO, J. F. Considerações preliminares sobre o ensino da natação para autistas. Revista Educação Especial, v. 31, n. 60, p. 167, 2018.
LOURENÇO, C. C. V. et al. Avaliação dos Efeitos de Programas de Intervenção de Atividade Física em Indivíduos com Transtorno do Espe ctro do Autismo. Revista Brasileira de Educacao Especial, v. 21, n. 2, p. 319–328, 2015.
LOURENÇO, C. C. V. et al. A Eficácia de um Programa de Treino de Trampolins na Proficiência Motora de Crianças com Transtorno do Espectro do Autismo1 TT - The Efficacy of a Training Program on Trampolines in Motor Proficiency of Children with Autism Spectrum Disorder. Rev. bras. educ. espec, v. 22, n. 1, p. 39–48, 2016.
MAYES, S. D.; CALDHOUN, S. L. Ability Profiles in Children with Autism. Autism,Thousand oaks, v. 7, n. 1, p.65-80. 2003
NAHAS, M. V.; GARCIA, L. M. T. Um pouco de história, desenvolvimentos recentes e perspectivas para a pesquisa em atividade física e saúde no Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 24, n. 1, p. 135–148, 2010.
PEREIRA, T. L. P. et al. Avaliação das variáveis comportamentais e habilidades aquáticas de autistas participantes de um programa de natação. Conexões: Educação Física, Esporte e Saúde, v. 17, n. e019037, p. 1–15, 2019.
PRUPAS, A.; HARVEY, W. J.; BENJAMIN, J. Early Intervention Aquatics A Program for Children with Autism and their Families. Journal of Physical Education, Recreation & Dance, v. 77, n. 2, p. 46–51, 2006.
ROCHA, F.H. O Tratamento de Crianças Psicóticas e Autistas Entre a Psicanálise e a Educação: Aproximações Iniciais. An. 3 Col. LEPSI IP/ FE-USP. 2002.

RODRIGUES, C.; FREITAS, A.; MACEDO, M. A prática da natação como melhora na socialização em crianças de 12 a 14 anos. Revista Meta Science. Rio de Janeiro. 2007

SENA, T. Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais - DSM-5, estatísticas e ciências humanas: inflexões sobre normalizações e normatizações. [s.l: s.n.]. v. 11
SILVA, L.; SANTOS, D. O. S. Luciana silva dos santos as aulas de educação física como um fator de inclusão de alunos com transtorno do espectro autista (tea). 2019.
SILVA, M.; MULICK, J. A. Diagnosticando o transtorno autista: aspectos fundamentais e considerações práticas TT - Diagnosticando el trastorno autista: aspectos fundamentales y consideraciones prácticas TT - Diagnosing autistic disorder: fundamental aspects and practical conside. Psicol. ciênc. prof, v. 29, n. 1, p. 116–131, 2009.
THOMAS, J. R.; NELSON, J. K.; SILVERMAN, S. J. Métodos de pesquisa em atividade física. Porto Alegre: Artmed. 2012.
TOMÉ, M. C. Educação Física como Corporal de Autistas . Auxiliar no Desenvolvimento Cognitivo e. Movimento & Percepção, v. 11, n. 8, p. 231–248, 2007.
YILMAZ, I. et al. Effects of swimming training on physical fitness and water orientation in autism. Pediatrics International, v. 46, n. 5, p. 624–626, 2004.
ZHAO, M.; CHEN, S. The Effects of Structured Physical Activity Program on Social Interaction and Communication for Children with Autism. BioMed Research International, v. 2018, 2018.

Downloads

Publicado

2021-01-13