TEMPO, MODALIDADE E LÓGICA TRIVALENTE EM PEIRCE E ?UKASIEWICZ

Autores

  • José Renato Salatiel Professor Adjunto do Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Espírito Santos (UFES)

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-8900.2017.v9n20.10.p151

Resumo

A descoberta de sistemas formais polivalentes foi acompanhada de diferentes motivações filosóficas para o abandono da semântica bivalente e de teoremas da lógica clássica, como o Princípio do Terceiro Excluído. Neste artigo analisamos temas correlatos ao problema dos futuros contingentes, que motivou a criação da lógica trivalente de ?ukasiewicz, no contexto da filosofia de C.S. Peirce e da elaboração de suas matrizes trivalentes. Concluímos que as razões de Peirce para a adoção de um sistema formal trivalente, no âmbito da lógica do contínuo, o possibilitam tanto sustentar o indeterminismo aristotélico quanto evitar problemas relativos à abordagem modal de ?ukasiewicz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-15

Edição

Seção

Artigos