A Semantic-Relations Taxonomy for Knowledge Representation

Autores

  • Lucinéia Souza Maia Universidade Federal de Ouro Preto https://orcid.org/0000-0002-2343-2944
  • Gercina Ângela de Lima Escola de Ciência da Informação - Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.36311/1981-1640.2021.v15.e02123

Palavras-chave:

Relações Semânticas, Representação do Conhecimento, Organização do Conhecimento, Taxonomia das relações semânticas

Resumo

Concepts are units of knowledge and, the relationships link these units, which gives the meaning as represented. Semantic relations in knowledge representation characterizes the association between the concepts of a domain. In this way, semantic relations allow users to assimilate the association between concepts in a domain. These relationships are essential because they serve as a basis for representing and structuring a domain of knowledge. Thus, the studies on semantic relations have been accomplished by several researchers from different areas of knowledge, approaching a different point of view, which resulted in a terminological variation. The objective of this proposal of the taxonomy of semantic relations arose precisely to solve this problem. In this sense, exploratory research was carried out using the methodological procedure literature research following criteria that pointed out the most relevant approaches to types of semantic relations. As result, a taxonomy was arrived at of sixty-three semantic relations, including the new relationships found from this study, nicknamed here "subordinate agent”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucinéia Souza Maia, Universidade Federal de Ouro Preto

Possui doutorado em Gestão e Organização do Conhecimento pela Universidade Federal de Minas Gerais. Mestrado em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Graduação em Computação - Sistemas de Informação pelo Centro Universitário do Leste de Minas Gerais - Unileste-MG. É vice-diretora do Instituto de Ciências Exatas e Aplicadas da Universidade Federal de Ouro Preto e professora no Departamento de Computação e Sistemas também da Universidade Federal de Ouro Preto

Gercina Ângela de Lima, Escola de Ciência da Informação - Universidade Federal de Minas Gerais

Professora Titular no Departamento de Organização e Tratamento da Informação, na ECI/UFMG. Pós-doutora em Estudos sobre metodologias para o processo de indexação de documentos textuais, pelo Departamento de Biblioteconomia y Documentación, Faculdad de Humanidades, Comunicación y Documentación, Universidad Carlos III, Madrid, Espanha, e pela Escola de Artes e Comunicação da USP. Doutora em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação PPGCI-ECI/UFMG. Mestre em Science in Library Service - Clark Atlanta University. Bibliotecária pela Escola de Biblioteconomia da UFMG. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - (PQ) Nível 1D. Bolsista do Programa Pesquisador Mineiro-PPM XII-2018 da FAPEMIG. Pesquisadora no Programa de Pós-Graduação em Gestão & Organização do Conhecimento-PPGGOC/ECI/UFMG. Coordenadora do Grupo de Pesquisa MHTX - Modelagem Conceitual para Organização e Representação da Informação Hipertextual, registrado no CNPq desde 2004. Presidente Fundadora da Brazil Chapter of the Association for Information Science and Technology (Brazil-ASIS&T). Membro do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX da Universidade de Coimbra; Pesquisadora integrante do Grupo de Pesquisa RECRI (ECI/UFMG) e do Grupo de Pesquisa Estudos Ônticos e Ontológicos em Contextos Informacionais (UFF). Atualmente é Membro do Scientific Advisory Board da International da Society for Knowledge Organization ISKO (2016); parecerista do Knowledge Organization Journal (KO) da ISKO; membro da Congregação da ECI/UFMG; membro do Colegiado de Biblioteconomia da UFMG; membro do Núcleo Docente Estruturante (NDE) do curso de Graduação em Biblioteconomia da ECI/UFMG; e membro do Colegiado do Programa de Pós-Graduação em Gestão & Organização do Conhecimento?PPGGOC/ECI/UFMG. Coordenou o PPGCI/UFMG de agosto/2009 a setembro de 2012. Foi sub-Coordenadora do Curso Gestão e Arquitetura da Informação (GAI) do NITEG/ECI. Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Organização e Representação da Informação e do conhecimento, atuando principalmente nos seguintes temas: Teorias e técnicas para Representação, Organização e Recuperação da informação e do Conhecimento. Sistema de Organização do Conhecimento (SOC)/Vocabulários Controlados. Compatibilização de linguagens de Indexação. Linguística Documentária. Mapa Conceitual. Bibliotecas digitais. Web Semântica (modelos, padrões, protocolos e linguagens). Linked Open Data. Produção de hipertextos. Interfaces Indutivas. Topic Map (Mapa de Tópicos). Arquitetura da Informação. Automação de bibliotecas (projeto e avaliações de software). Cognição e sua aplicação na Organização e Representação da Informação e do Conhecimento, e nos processos de Recuperação da Informação.

 

Referências

Almeida, Maurício Barcellos, and Emygdio, Jeanne Louize. "Uma investigação teórica sobre relações semânticas partitivas e sua aplicação em sistemas de organização do conhecimento”. Informação & Informação, vol. 24, no.2, 2019, pp. 31-37.

Beghtol, Clare. "Relationships in classificatory structure and meaning”. Relationships in the organization of knowledge. Springer, 2001, pp. 99-113.

Broughton, Vanda. "A faceted classification as the basis of a faceted terminology: conversion of a classified structure to thesaurus format in the Bliss Bibliographic Classification”. Axiomathes, vol. 18, no.2, 2008, pp. 193-210.

Broughton, Vanda, et al. Knowledge organization. Royal School of Library and Information Science, 2005.

Campos, Maria Luiza de Almeida. "Modelização de domínios de conhecimento: uma investigação de princípios fundamentais”. Ciência da Informação, vol. 33, 2004, pp. 22-32.

Chaffin, Roger, and Herrmann, Douglas J. "The similarity and diversity of semantic relations”. Memory & Cognition, vol. 12, no.2, 1984, pp. 134-141.

Cruse, D. Alan. "Hyponymy and its varieties”. The semantics of relationships. Springer, 2002, pp. 3-21.

Dahlberg, Ingetraut. "Teoria do conceito”. Ciência da informação. vol. 7, no. 2, 1978.

Gerstl, Peter, and Pribbenow, Simone. "A conceptual theory of part-whole relations and its applications”. Data & Knowledge Engineering, vol. 20, no. 3, 1996, pp. 305-322.

Green, Rebecca, and Bean, Carol A. Relationships in the organization of knowledge: an overview. Relationships in the organization of knowledge, 2001, pp. 3-18.

Green, Rebecca, et al., editors. The semantics of relationships: an interdisciplinary perspective. Springer Science & Business Media, 2013.

Green, Rebecca. "Relationships in knowledge organization”. Knowledge organization, vol. 35, no. 2-3, 2008, pp. 150-159.

Hasan, Ali Muttaleb, et al. "A proposed method using the semantic similarity of WordNet 3.1 to handle the ambiguity to apply in social media text”. Information Science and Applications. Springer, 2020, pp. 471-483.

Hjørland, Birger. "Semantics and knowledge organization”. Annual review of information science and technology, vol. 41 no.1, 2007, pp. 367-405.

Hosseini, Mitra Bokaei, et al. "Analyzing privacy policies through syntax-driven semantic analysis of information types”. Information and Software Technology, vol. 138, 2021, pp. 106-608.

ISO 25964-1. ISO 25964-1: Information and documentation. Thesauri and interoperability with other vocabularies — Part 1: Thesauri for information retrieval. International Standard, 2011.

Khoo, Christopher SG, and Na, Jin‐Cheon. "Semantic relations in information science”. Annual review of information science and technology, vol. 40, no. 1, 2006, pp. 157-228.

Koeva, Svetla. Semantic relations and conceptual frames. Towards a Semantic Network Enriched with a Variety of Semantic Relations, 2020, pp. 7-20.

Kuczora, Paul W., and Cosby, Steve J. "Implementation of meronymic (part-whole) inheritance for semantic networks”. Knowledge-Based Systems, vol. 2, no. 4, 1989, pp. 219-227.

Lyons, John. Linguistic semantics: An introduction. Cambridge University Press, 1995.

Maculan, Benildes Coura Moreira dos Santos. Representação de relações semânticas de lugar em sistemas de organização do conhecimento. Informação&Informação, 2019.

Maia, Lucinéia Souza. Extração e explicitação de relações semânticas para a representação do conhecimento de documentos acadêmicos: um estudo de caso a partir de uma estrutura classificatória, 2018, Federal University of Minas Gerais, PhD dissertation.

Mazzocchi, Fulvio. "Relations in KOS: is it possible to couple a common nature with different roles?”. Journal of Documentation, vol. 73, no. 2, 2017, pp. 368-383.

Murphy, M. Lynne. Semantic relations and the lexicon: Antonymy, synonymy and other paradigms. Cambridge University Press, 2003.

Murphy, M. Lynne, and Koskela, Anu. Key terms in semantics. A&C Black, 2010.

Peters, Isabella, and Weller, Katrin. "Paradigmatic and syntagmatic relations in knowledge organization systems”. Information Wissenschaft und Praxis, vol. 59, no. 2, 2008, pp. 100-107.

Prodanov, Cleber Cristiano, and Freitas, Ernani Cesar De. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2 ed., Feevale, 2013.

Soergel, Dagobert. “Knowledge organization systems: overview”. 2009.

Stock, Wolfgang G. "Concepts and semantic relations in information science”. Journal of the American Society for Information Science and Technology, vol. 61, no. 10, 2010, pp. 1951-1969.

Storey, Vede C. "Understanding semantic relationships”. The VLDB Journal, vol. 2, no. 4, 1993, pp. 455-488.

Vickery, Brian Campbell. “Thesaurus-A new word in documentation”. Journal of documentation, vol. 16, no.4, 1960, pp. 181-189.

Weller, Katrin, and Stock, Wolfgang G. “Transitive Meronymy”. Automatic consept-based quiery expansion, vol. 59, no. 3, 2008, pp. 165-170.

Winston, Morton E., et al. “A taxonomy of part‐whole relations”. Cognitive science, vol. 11, no. 4, 1987, pp. 417-444.

Zeng, Marcia Lei. “Knowledge organization systems (KOS)”. Knowledge organization, vol. 35, no. 2-3, 2008, pp. 160-182.

Downloads

Publicado

2021-10-13

Como Citar

Maia, L. S., e G. Ângela de Lima. “A Semantic-Relations Taxonomy for Knowledge Representation”. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, vol. 15, outubro de 2021, p. e02123, doi:10.36311/1981-1640.2021.v15.e02123.