Os Princípios TRUST como ferramenta de avaliação de repositórios de dados

Autores

  • Lucas Henrique Alves da Silva Universidade Federal da Paraíba
  • André Luiz de França Madeiro Universidade Federal da Paraíba
  • Guilherme Ataíde Dias Universidade Federal da Paraíba
  • Izabel França de Lima Universidade Federal da Paraíba

DOI:

https://doi.org/10.36311/1981-1640.2021.v15.e02107

Palavras-chave:

Princípios TRUST, Repositórios de dados científicos, Confiabilidade de repositórios, Avaliação de repositórios

Resumo

Os repositórios de dados científicos atuam como importantes ferramentas de suporte ao armazenamento, preservação e compartilhamento de dados. Nesse sentido, os Princípios TRUST emergem como um conjunto de diretrizes que buscam garantir a confiabilidade de repositórios de dados digitais. Esta pesquisa tem como objetivo verificar a aplicabilidade dos Princípios TRUST como uma ferramenta de avaliação de repositórios de dados, a partir da análise do repositório “Covid-19 Data Sharing/BR”. Para isso, contou-se com dois instrumentos: primeiro, elaborou-se um conjunto de critérios para avaliar a aderência do repositório a cada um dos Princípios TRUST; segundo, formulou-se um sistema de pontuação capaz mensurar a aderência do repositório a cada critério, em uma escala de um a cinco, denominando-se de trustworthiness degree a média da pontuação obtida em cada princípio. O sistema de pontuação foi modelado através de um software desenvolvido na linguagem de programação PHP. Observou-se que o princípio com maior valor no repositório foi o de Responsabilidade, ao passo que se notou uma baixa aderência quanto ao princípio Tecnologia. Concluiu-se que os Princípios TRUST podem ser empregados como uma ferramenta útil de certificação de repositórios de dados, visto que direcionam o seu foco para aspectos bastante específicos dos repositórios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Henrique Alves da Silva, Universidade Federal da Paraíba

Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bacharel em Biblioteconomia pela Universidade de Brasília (UnB). 

André Luiz de França Madeiro, Universidade Federal da Paraíba

Mestrando em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bacharel em Psicologia pelo Centro Universitário de João Pessoa (UNIPÊ).

Guilherme Ataíde Dias, Universidade Federal da Paraíba

Pós-doutor pela Universidade Estadual Paulista (Unesp). Doutor em Ciência da Informação/Ciência da Comunicação pela Universidade de São Paulo (USP). Mestre em Organization and Management pela Central Connecticut State University (CCSU). Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

Izabel França de Lima, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Mestre em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Especialista em Gestão de Unidades de Informação pela UFPB. Bacharel em Biblioteconomia pela UFPB.

Referências

Albagli, S., et al. “E-science e ciência aberta: questões em debate”. Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação: Florianópolis. 2013. http://ridi.ibict.br/handle/123456789/465. Acessado 25 jun. 2020.

Barros, D. B. S., et al. “Auditoria de repositórios digitais confiáveis”. Revista Ibero-Americana de Ciência da Informação, vol. 11, no. 1, 2018, pp. 300-313, doi: 10.26512/rici.v11.n1.2018.8572. Acessado 20 jul. 2020.

Borgman, C. L. “The conundrum of sharing data”. Journal of the American Society for Information Science and Technology, vol. 63, no. 6, 2012, pp. 1059-1078, https://asistdl.onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1002/asi.22634. Acessado 24 jun. 2020.

Brasil. Decreto nº 8.777, de 11 de maio de 2016. “Institui a Política de Dados Abertos do Poder Executivo Federal”. 2016. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2015-2018/2016/decreto/d8777.htm. Acessado 02 jul. 2020.

Brasil. Ministério da Saúde. Sobre a doença. https://coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca#diagnostico. Acessado 24 jun. 2020.

Covid-19 Data Sharing/BR. Página inicial. 2020. https://repositoriofapespcienciasaude.uspdigital.usp.br/. Acessado 24 jun. 2020.

Cunha, M. B., and Cavalcanti, C. R. O. Dicionário de Biblioteconomia e Arquivologia. Briquet de Lemos, 2008.

Del Rio, C., and Malani, P. N. “Covid-19 – new insights on a rapidly changing epidemic”. Jama, vol. 323, no. 14, 2020, pp. 1339-1340, doi:10.1001/jama.2020.3072. Acessado 15 set. 2020.

Dias, G. A., et al. “Princípios FAIR: viabilizando o reuso de dados científicos”. Dados científicos: perspectivas e desafios. Dias, G. A., and Oliveira, B. M. J. F. Editora UFPB, 2019. pp. 177-187.

Digital Repository of Ireland. “The Trust Principles: guidance for maintaining the trustworthiness of digital repositories”. 2020. https://www.dri.ie/trust-principles-guidance-maintaining-trustworthiness-digital-repositories. Acessado 3 jul. 2020.

DuraSpace. About DuraSpace. https://duraspace.org/about/. Acessado 5 ago. 2020.

Henning, P. C. et al. “GO FAIR e os princípios FAIR: o que representam para a expansão dos dados de pesquisa no âmbito da Ciência Aberta”. Em Questão, vol. 25, no. 2, 2019, pp. 389-412, doi: 10.19132/1808-5245252.389-412. Acessado 24 jun. 2020.

Lin, D., et al. “The TRUST principles for digital repositories”. Scientific Data, vol. 7, no. 144, 2020, pp. 1-5, doi:10.1038/s41597-020-0486-7. Acessado 21 jun. 2020.

Marín-Arraiza, P., et al. “Recomendações para a integração de publicações ampliadas em repositórios digitais confiáveis”. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Biblioteconomia e Ciência da Informação, vol. 24, no. 55, 2019, pp. 1-23, doi: 10.5007/1518-2924.2019.e58556. Acessado 5 ago. 2020.

Nhacuongue, J. A., et al. “Linked Data e Ciência da Informação: diretrizes para a publicação de datasets institucionais abertos”. Biblios, no. 73, 2018, pp. 20-34, doi:10.5195/biblios.2018.429. Acessado 10 jul. 2020.

Pires, C. O., and Rocha, R. P. “Finalidade e atividades da curadoria digital na perspectiva de sua implantação em uma instituição”. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, vol. 14, no. 4, 2020, p. e020012, doi:10.36311/1940-1640.2020.v14n4.10857. Acessado em: 20 out. 2020.

Research Data Alliance. About RDA. 2016. https://www.rd-alliance.org/about-rda. Acessado 03 jul. 2020.

Research Data Alliance, World Data System and Research Data Canada. TRUST Principles Mini Symposium. 2020. https://bit.ly/TRUSTSymposium. Acessado 8 jul. 2020.

Research Library Group. Trusted Digital Repositories: Attributes and Responsibilities. An RLG-OCLC Report. Research

Library Group, 2002. https://www.oclc.org/content/dam/research/activities/trustedrep/repositories.pdf. Acessado 8 jul. 2020.

Rios, F. P., et al. “Manifestos do movimento de Acesso Aberto: análise de domínio a partir de periódicos brasileiros”. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, vol. 15, no. 1, 2019, pp. 148-169, https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1152/1103. Acessado 20 out. 2020.

Rothan, H. A., and Byrareddy, S. N. “The epidemiology and pathogenesis of coronavírus disease (Covid-19) outbreak”. Journal of Autoimmunity, vol. 109, 2020, pp. 1-14, doi: 10.1016/j.jaut.2020.102433. Acessado 10 set. 2020.

Sales, L. F., et al. “Ciência Aberta, gestão de dados de pesquisa e novas possibilidades para a editoração científica”. Tópicos sobre dados abertos para editores científicos. Shintaku, M., et al. ABEC, 2020. pp. 13-21.

Santos, P. X., et a. Livro Verde – Ciência Aberta e dados abertos: mapeamento e análise de políticas, infraestruturas e estratégias em perspectiva nacional e internacional. Fiocruz, 2017.

Semeler, A. R. Ciência da Informação em contextos de e-Science: bibliotecários de dados em tempos de data science, 2017. Universidade Federal de Santa Catarina, Tese de Doutorado.

Torres-Salinas, D., et al. “Compartir los datos de investigación em ciência: introducción al data sharing”. El Profesional de la Información, vol. 21, no. 2, 2012, pp. 173-184, www.elprofesionaldelainformacion.com/contenidos/2012/marzo/08.pdf. Acessado 24 jun. 2020.

Wilkinson, M. D. et al. “The FAIR guiding principles for scientific data management and stewardship”. Scientific Data, vol. 3, 2016, pp. 1-9, doi:10.1038/sdata.2016.18. Acessado 24 jun. 2020.

Xie, B. et al. “Global health crises are also information crises: a call to action”. Journal of the Association for Information Science and Technology, Mar. 2020, pp. 1-5, doi:10.1002/asi.24357. Acessado 5 ago. 2020.

Downloads

Publicado

2021-05-10

Como Citar

Silva, L. H. A. da, A. L. de F. Madeiro, G. A. Dias, e I. F. de Lima. “Os Princípios TRUST Como Ferramenta De avaliação De repositórios De Dados”. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, vol. 15, maio de 2021, p. e02107, doi:10.36311/1981-1640.2021.v15.e02107.