PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR ESTÃO PREPARADOS PARA ATUAR COM PESSOAS COM DEFICIÊNCIA?

Autores

Palavras-chave:

Inclusão, Formação Profissional, Preparação Profissional, atividade motora adaptada

Resumo

O objetivo do presente estudo foi investigar a formação e atuação dos professores de Educação Física escolar na área da Educação Física Adaptada. Participaram do estudo 32 professores (idade = 37±10 anos; feminino: n = 11, 34%; masculino: n = 21; 66%) de Educação Física de escolas da rede municipal (n = 11; 26%), estadual (n = 19; 45%), federal (n = 1; 2%) e privada (n = 11; 26%) de diferentes cidades do país. Foi utilizado como instrumento de coleta de dados questionário com questões (abertas e fechadas) relacionados à formação e atuação dos professores na educação física adaptada. O questionário foi inserido em plataforma online (Google Formulários) visando facilitar o acesso e participação da maior quantidade de professores possível. No que se refere a formação, nossos principais resultados indicaram que os professores apresentam habilitação em licenciatura, cursaram pelo menos uma disciplina que abordou conteúdos a respeito das PCD, em especial a disciplina “Educação Física Adaptada”. A maior parte dos conhecimentos alcançados foram provenientes dos cursos de graduação. No que diz respeito à atuação profissional nossos resultados indicam que: os professores possuem pelo menos um aluno com deficiência; auto-avaliam capazes de atuar com esse público, apresentam conceitos incorretos a respeito dos tipos de deficiência e utilizam adaptação das atividades para incluir alunos com deficiência em suas aulas. Concluímos que a formação inicial dos professores deve ser mais completa e reforçamos a importância de conhecer mais sobre as inúmeras adaptações pedagógicas que podem auxiliar no processo de inclusão.

Recebido em: 10/09/2020

Reformulado em: 01/01/2021

Aceito em: 02/02/2021

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AGUIAR, J. S.; DUARTE, E. Educação inclusiva: um estudo na área da educação física. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 11, n. 2, p.223-240, jul. 2005.
ALMEIDA, M. I. Ações organizacionais e pedagógicas dos sistemas de ensino: políticas de inclusão? In: DALVA, E. G. R.; VANILTON, C.S. (Orgs.). Políticas Organizativas e Curriculares, Educação Inclusiva e Formação de Professores. Rio de Janeiro: DP&A, 2002.
BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional:nº 9394/96. Brasília, 1996. Disponível em:< http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/lei9394_ldbn1.pdf>. Acesso em: 2 de maio de 2018.
BRASIL. Ministério da Educação. Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília, DF, 2008.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de Atenção à Reabilitação da Pessoa com Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2014.
BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Diretrizes de atenção à pessoa com paralisia cerebral / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – Brasília : Ministério da Saúde, 2013. 80 p.
BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Educação Física / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC / SEF, 1998. Disponível : < http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/fisica.pdf>. Acesso em: 28 de maio de 2018.
CHICON, J. F.; PETERLE, L. L.; SANTANA, M. A. G. Formação, educação física e inclusão: um estudo em periódicos. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 36, n. 2, 2014.
CRUZ, G. de C.; FERREIRA, J. R. Processo de formação continuada de professores de educação física em contexto educacional inclusivo. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 19, n. 2, p. 163-80, 2005.
FERREIRA, M. D.; SANTOS, M. F. A.; VIANA, M. R. G. S.; MELO, F. A. P. Percepções da comunidade escolar acerca da inclusão: o instituto federal de alagoas em loco. Revista da Sobama, v.18, n.2, p. 177-196, 2017.
FIORINI, M. L. S.; MANZINI, E. J. Inclusão de alunos com deficiência na aula de educação física: identificando dificuldades, ações e conteúdos para prover a formação do professor. Revista Brasileira de Educação Especial, p. 387-404, 2014.
GREGUOL, M.; GOBBI, E.; CARRARO, A. Formação de professores Para a Educação Especial: uma discussão sobre os modelos brasileiro e italiano. Revista Brasileira de Educação Especial, v. 19, n. 3, p. 307-324, 2013.
GUENTHER, Z. C. O Aluno bem-dotado na escola regular: celebrando a diversidade, incluindo as diferenças. Revista Escritos sobre Educação, v. 2, n.1, p.43-54, 2003.
GUERREIRO, E. M. B. R. A acessibilidade e a educação: um direito constitucional como base para um direito social da pessoa com deficiência. Revista Educação Especial, Santa Maria, p. 217-232, ago. 2012.
HEREDERO, E. S. A escola inclusiva e estratégias para fazer frente a ela: as adaptações curriculares. Acta Scientiarum. Education, v. 32, n. 2, p. 193-208, 2010.
LARA, F. M.; PINTO, C. B. G. C. A importância da educação física como forma inclusiva numa perspectiva docente. Universitas: Ciências da Saúde, v. 15, n. 1, p. 67-74, 2017.
LIEBERMAN, L. J. Strategies for inclusion: a handbook for physical educators. New Zealand: Human Kinetics, 2002. 254 p.
MANTOAN. M. T. E. Inclusão Escolar: Caminhos e Descaminhos, Desafios, Perspectivas. Revista Outro Olhar. Ano IV, nº 4. Belo Horizonte: outubro, 2005.
MAUERBERG-deCASTRO, E. Atividade Física Adaptada. 2. ed. Ribeirão Preto: Novo Conceito, 2011.
MAZZATINO, J. M.; FALKENBACH, A.; RISSI, S. Acessibilidade e inclusão de uma aluna com deficiência visual na escola e na educação física. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 33, n. 1, p. 87-102, 2011.
MENDES, E. G. A radicalização do debate sobre inclusão escolar no Brasil. Revista Brasileira de Educação, v. 11, n. 33, 2006.
PENIDO, L. A.; FERNANDES, L. A.; OLIVEIRA, S. R.; ALBUQUERQUE, M. R.; UGRINOWITSCH, H.; LAGE, G. M. Conhecimento de graduados e graduandos em educação física sobre o autismo. Revista da Associação Brasileira de Atividade Motora Adaptada, v. 17, p. 37-42, 2016.
PEREIRA, I. R.; SILVA, L. A. B.; SILVA, M. N.; NUNES, F. S.; NOGUEIRA, S. A. Inclusão ou exclusão dos alunos com deficiência nas aulas de Educação Física escolar? uma revisão de literatura. In: SILVA, O. O. N.; COSTA, L. E. L.; MUSSI, R. F. F. Educação Física e as pessoas com deficiência. 1ed. Goiania: Kelps, 2018, v. 7, p. 131-152.
RODRIGUES, D. A Educação Física perante a Educação Inclusiva: reflexões conceptuais e metodológicas. Boletim Sociedade Portuguesa de Educação Física, n. 24-25, p. 73-81, 2017.
RODRIGUES, D.; LIMA-RODRIGUES, L. Educação Física: formação de professores e inclusão. Práxis Educativa, v. 12, n. 2, p. 317-333, 2017.
SCHALOCK, R. L.; LUCKASSON, R. American Association on Mental Retardation’s Definition, Classification, and System of Supports and Its Relation to International Trends and Issues in the Field of Intellectual Disabilities. Journal of Policy and Practice in Intellectual Disabilities, v. 1, n. 3, p. 136-146, 2004.
SHERRIL, C. Adapted physical activity, recreation and sport: crossdisciplinary and lifespan. 6 ed. McGraw Hill, 2004. 696 p.
SILVA, R. F.; ARAÚJO, P. F. Os Caminhos da Pesquisa em Atividade Motora Adaptada. 1ª. ed. São Paulo: Phorte Editora, 2012. v. 1. 272p .
SILVA, R. F.; SEABRA JR, L.; ARAUJO, P. F. Educação Física Adaptada no Brasil: da História a Inclusão Educacional. 1. ed. São Paulo: Phorte, 2008. v. 1. 192p
SIMIM, M. A. M. Exercício, Esporte e Inclusão: a formação do profissional de educação física e o esporte adaptado. In: NOCE, F. (Org.). O profissional de educação física na área da saúde. 1ed. Belo Horizonte: EEFFTO, 2014, v. 1, p. 71-83.
SOUZA, C. J. Entre o adaptar e o incluir: uma abordagem interdisciplinar da disciplina de Educação Física Adaptada. Revista da Sociedade Brasileira de Atividade Motora Adaptada, v. 15, n. 1, p. 31-34, 2014.
VAN MUNSTER, M. A. Inclusão de Estudantes com Deficiências em Programas de Educação Física: Adaptações Curriculares e Metodológicas. Revista da Sociedade Brasileira de Atividade Motora Adaptada, v. 14, p. 27-34, 2013.
VAN MUNSTER, M. A.; ALMEIDA, J. J. G. Um olhar sobre a inclusão de pessoas com deficiência em programas de atividade motora: do espelho ao caleidoscópio. In: RODRIGUES, D. (Org.). Atividade Motora Adaptada: valores e práticas para a inclusão. 1ed.Porto Alegre: Artmed, 2006.
VAN MUNSTER, M. A.; LIEBERMAN, L.; GRENIER, M. Universal design for learning and differentiated instruction in Physical Education. Adapted Physical Activity Quarterly, v. 36, p. 1-19, 2019.

Downloads

Publicado

2021-04-05