LINHAS DA FORMAÇÃO DOCENTE: PLASTICIDADES DOS ENCONTROS RIZOMÁTICOS

Autores

  • Ramires Fonseca Silva Mestre em Educação e Contemporaneidade pela Universidade do Estado da Bahia (UNEB). Docente da Rede Estadual de Educação da Bahia
  • Liége Maria Sitja Fornari Professora Titular da Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-8900.2018.v10n24.11.p162

Palavras-chave:

Encontro, Filosofia da diferença, Formação docente, Rizoma

Resumo

Este artigo propõe-se a investigar as possíveis convergências entre a filosofia da diferença elaborada por Gilles Deleuze em parceria com Félix Guattari e o campo da formação docente contemporânea, reconhecendo que as narrativas educativas contemporâneas são produzidas em territórios instituídos a partir de uma linearidade instrumental com impactos significativos no percurso dos formandos. Nesse sentido, pretende-se problematizar a formação docente, inserindo um pensar educativo de perspectiva elíptica, oblíqua, sem centro, em que combinações são produzidas nos atos experienciais via encontros criativos. Tem-se como objetivo também identificar nexos estabelecidos em dimensões rizomáticas num solo imanente entre o horizonte da territorialidade educacional e a concepção construtiva de modos de subjetividades no movimento da processualidade. Trata-se, portanto, de examinar os agenciamentos conceituais de viés inventivo na processualidade formativa instituída.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-11