ARTE NA FILOSOFIA DE SARTRE: TENSÃO ENTRE IMAGINAÇÃO E ENGAJAMENTO

Autores

  • Thana Mara de SOUZA (UFES)

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-8900.2016.v8.n18.20.p272

Resumo

O artigo pretende mostrar como Sartre pensa a obra de arte, obra concreta do imaginário e ao mesmo tempo engajamento, a partir principalmente dos livros O imaginário e Que é a literatura?, sem que isso constitua uma contradição. Trata-se de compreender que o imaginário nega o real mantendo-o como pano de fundo, de forma que, longe de ser alienação ou abstração, volta-se sempre a este para desvelá-lo, fazendo com que aqueles que criam a arte (tanto artista quanto público) compartilhem e se reconheçam no exercício conjunto de liberdade – o que torna a arte, como obra do imaginário, engajada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-03-14

Edição

Seção

Artigos