A competência ética no contexto da inteligência coletiva na área da Ciência da Informação

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36311/1981-1640.2018.v12n2.06.p44

Palavras-chave:

Profissionais da Informação, Responsabilidade social, Competência ética, Sociedade em rede, Ciência da Informação - Interdisciplinaridade

Resumo

Relata resultados de reflexão teórica a propósito dos desafios epistemológicos da Ciência da Informação, na perspectiva da responsabilidade social dos profissionais da informação e no contexto do regime de informação de um projeto de pesquisa na comunidade científica, no âmbito da sociedade em rede. Objetiva destacar o fio conceitual da responsabilidade social, que constitui o atrator conceitual na urdidura da trama da rede que está sendo tecida no tear interdisciplinar da Ciência da Informação, em paralelo com os fios conceituais do espaço do saber e a nova relevância de um fenômeno antigo, agora mediado por tecnologias intelectuais digitais, e a hegemonia do regime de informação sobre os demais sistemas produtivos. Utiliza a pesquisa bibliográfica para buscar informações sobre uso do conceito de competência ética na Ciência da Informação, bem como no campo científico, em geral. Discorre sobre a possibilidade de desenvolvimento de projetos de inteligência coletiva fundamentados na competência ética, em comunidades de sujeitos sociais que compartilham uma mesma forma de vida, na sociedade em rede.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isa Maria Freire, Universidade Federal da Paraiba

Doutora em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro, Brasil. Professora Associada do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, Brasil. Docente permanente no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal da Paraíba, Brasil.

Referências

.

Downloads

Publicado

2018-08-01

Como Citar

Freire, I. M. “A Competência ética No Contexto Da Inteligência Coletiva Na área Da Ciência Da Informação”. Brazilian Journal of Information Science, vol. 12, nº 2, agosto de 2018, doi:10.36311/1981-1640.2018.v12n2.06.p44.

Edição

Seção

Artigos
Bookmark and Share