O AtoM como recurso descritivo Web de representação de arquivos públicos

Brasil e Colômbia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36311/1981-1640.2016.v10n3.11.p94

Palavras-chave:

Descrição, Descrição Arquivística, AtoM, ICA-AtoM, Design da Informação

Resumo

Averigua-se como a literatura da área discute o processo de descrição arquivística no Brasil e na Colômbia. O objetivo geral é averiguar como a descrição arquivística e o AtoM têm sido abordados nas instituições de Arquivos Públicos latino americanos. No Brasil o AtoM é experimentado, enquanto na Colômbia não se verifica a sua disseminação. Como objetivos específicos comparam-se as literaturas sobre dois software colombianos - Mercurio e ENKI JANIUM - e o internacional AtoM por meio de pesquisa bibliográfica. Justifica-se pela importância do processo de descrição arquivística na socialização, representação e acesso à informação de instituições e documentos de arquivo e também pela necessidade de promoção e de disseminação dos padrões internacionais e nacionais de descrição arquivística e do sistema AtoM. Os resultados esperados são relacionados aos processos de descrição utilizados no Brasil e na Colômbia e quanto a aplicação das normas internacionais em ambos os países. Conclui-se que o Design do AtoM, corresponde às necessidades de acesso a informação um ambiente digital na Web bem como à sua descrição, ao produtor, à instituição custodiadora e a função arquivística.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José Vicentini Jorente, Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Faculdade de Filosofia e Ciência.

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Especialista em Design de Produto. Licenciada em Artes pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). Professora Assistente-Doutora em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa da Unesp/Marilia, Departamento de Ciência da Informação. Docente dos cursos de graduação em Arquivologia e Biblioteconomia e dos cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado em Ciência da Informação da Unesp Foi coordenadora do Curso de Arquivologia da Unesp/Marília, 2013-2015. Investigadora nas áreas de Informação e Tecnologia, Tecnologias de Informação e Comunicação, Mídias, Intersemiótica, Genética de Produtos de Criação, Hipertextualidade, Webdesign. Editora de conteúdo do periódico científico BRAJIS. Foi membro dos conselhos dos cursos de Biblioteconomia e de Arquivologia e do Conselho de Pós-Graduação em Ciência da Informação, 2013-2015. Membro do Grupo Novas Tecnologias em Informação (GPNTI). Membro da Comissão de Implantação do Curso de Museologia da UNESP. Membro do Comitê de Atividades Museológicas da UNESP. Coordenadora do Convênio Unesp/Universidade do Porto (CetacMedia) juntamente com a pesquisadora portuguesa Prof. Dra. Cândida Fernanda Ribeiro. Participante do projeto de pesquisa internacional JUNTS. Superant barreres socioeducatives i afavorint l’alfabetitzacio? en salut: Intervencio? sobre les interfere?ncies i dificultats de comprensio? d’informacio? i documentacio? dirigida a fami?lies d’infants afectats per malalties minorita?ries, na Cataluña. Parecerista ad hoc de agências de fomento.Vice-Presidente da Comissão de Comunicação Social da Unesp de Marília.

Talita Cristina da Silva, Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Faculdade de Filosofia e Ciência.

Arquivista (2013, UNESP - Marília). Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (atual, UNESP - Marília). Atua principalmente nos seguintes temas: Ambientes Digitais, Wikipédia, Informação e Tecnologia e Ciência da Informação. Realizou estágio no SIARQ (Sistema de Arquivos na UNICAMP), no Cedhum (Centro de Documentação de Marília) e no Cine Clube (Clube do Cinema de Marília), no acervo documental. É Técnica de Administração e Técnica de Informática para Internet, pelo Centro Paula Souza. Realizou pesquisa de iniciação científica no tema: Web Social e Cultura Enciclopedista. Atuou com secretária do CAARQ (Centro Acadêmico de Arquivologia), gestão 2011/2012. Membro ativo da organização missionária evangélica ABUB (A Aliança Bíblica Universitária do Brasil). E Vice-Presidente da ABU de Marília, gestão 2012/2013 Bolsista Baae I, 2010 e 2011, Bolsista Proex, 2012, Bolsista de Iniciação Cientifica FAPESP, 2013, Bolsista CNPQ, atual.

Mateus Henrique da Silva, Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Faculdade de Filosofia e Ciência.

Graduando em Arquivologia na Unesp/Marília. Realizou estagio no arquivo municipal de São Joaquim da Barra-SP no setor de Plantas de casa em 2012. Realizou atividade de capacitação no programa Acessa Escola por meio de concurso Público no laboratório de informática da Escola Estadual Elza Miguel Francisco 2013. Atualmente é bolsista PIBIC de iniciação científica pelo CNPq. Realiza um diagnóstico nos Arquivos Públicos Municipais da região Norte do Brasil. É membro do laboratório de pesquisa LADRI.

Referências

.

Downloads

Publicado

2016-12-03

Como Citar

Jorente, M. J. V., T. C. da Silva, A. M. Mesa, e M. H. da Silva. “O AtoM Como Recurso Descritivo Web De representação De Arquivos Públicos: Brasil E Colômbia”. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, vol. 10, nº 3, dezembro de 2016, doi:10.36311/1981-1640.2016.v10n3.11.p94.

Edição

Seção

Trabalhos Selecionados EIICA 2015
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)