O desenvolvimento do domínio da "Organização do Conhecimento" no contexto da Ciência da Informação a partir da ISKO-Brasil

Autores

  • Bruno Henrique Alves Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"- Câmpus de Marília, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-4299-1071
  • Ely Francina Tannuri de Oliveira Livre docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"- Câmpus de Marília, Brasil. http://orcid.org/0000-0003-3365-3000

DOI:

https://doi.org/10.36311/1981-1640.2016.v10n2.12.p103

Palavras-chave:

Ciência da Informação, Organização do Conhecimento, ISKO-Brasil, Sistema de Classificação de Dahlberg.

Resumo

Objetivou-se identificar os referentes teóricos hegemônicos, a partir do “Sistema de Classificação da Literatura em Organização do Conhecimento”-CSKOL- de Dahlberg (1993). De forma mais específica, esta pesquisa se propõe a agrupar as diferentes pesquisas apresentadas na ISKO-Brasil, segundo os grupos do sistema de classificação de Dahlberg; ainda, identificar os principais pesquisadores que contribuíram para o desenvolvimento da OC, segundo os grupos da literatura em estudo e, finalmente, apresentar os principais referentes teóricos utilizados segundo o CSKOL de Dahlberg. Como procedimento, levantaram-se 156 trabalhos completos dos anais das edições da ISKO-Brasil, sendo: 38 trabalhos de Brasília-DF, em 2011; 45 do Rio de Janeiro-RJ, em 2013; 73 de Marília-SP, em 2015. Esses trabalhos foram agrupados com base no CSKOL, distribuídos em nove grupos. Procedeu-se a análise, destacando-se os nove grupos do CSKOL, aos quais pertenciam os 47 autores mais produtivos. A partir dessas associações, gerou-se a rede de relações entre as duas variáveis, construindo-se a matriz 47x9 (autores e grupos de Dahlberg) por meio do software Ucinet. Como considerações finais, destaca-se que G1 é o core do domínio da OC, pois discute os principais fundamentos teóricos do domínio em estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruno Henrique Alves, Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"- Câmpus de Marília, Brasil.

Doutorando em Ciência da Informação e bolsista CNPq- Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Mestre em Ciência da Informação pelo PPGCI/UNESP/Marília e formado no âmbito da graduação em Biblioteconomia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus de Marília (UNESP/Marília). Foi bolsista FAPESP - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - na Iniciação Científica e no Mestrado. Atualmente também é professor bolsista (Bolsa Didática) pelo Departamento de Ciência da Informação da UNESP-FFC-Marília (2014-2016) nos cursos: Biblioteconomia e Arquivologia. Desenvolve pesquisas, principalmente, nos seguintes temas: Bibliometria, Colaboração Científica, Coautoria, Indicadores Científicos, Sociologia da Ciência e Sociologia de Pierre Bourdieu, desde 2008 participa do Grupo de pesquisa "Estudos Métricos em Informação" da UNESP/Marília.

Ely Francina Tannuri de Oliveira, Livre docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho"- Câmpus de Marília, Brasil.

Livre-Docente na área de "Estudos Bibliométricos" a partir de setembro de 2013, pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, com doutorado e mestrado em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001 e 1995). Possui graduação em Pedagogia e Matemática. Atua no quadro permanente dos docentes do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. É coordenadora do grupo de pesquisa "Estudos métricos da Informação". Tem experiência em Metodologias Quantitativas para a Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: metodologias estatísticas, estudos métricos, indicadores bibliométricos, avaliação da produção científica e redes de colaboração científica, especialmente em Estudos Bibliométricos e Cientométricos. É pesquisadora bolsista de produtividade do CNPq-nível 2.

Referências

.

Downloads

Publicado

2016-11-01

Como Citar

Alves, B. H., e E. F. T. de Oliveira. “O Desenvolvimento Do domínio Da ‘Organização Do Conhecimento’ No Contexto Da Ciência Da Informação a Partir Da ISKO-Brasil”. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, vol. 10, nº 2, novembro de 2016, doi:10.36311/1981-1640.2016.v10n2.12.p103.

Edição

Seção

Trabalhos Selecionados EIICA 2015