Uso de indicadores e métricas para avaliação da qualidade da informação

Autores

  • Josefina Aparecida Soares Guedes Universidade Federal do Paraná
  • Rita de Cássia Fonseca Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Faimara do Rocio Strauhs Universidade Tecnológica Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.36311/1981-1640.2021.v15.e02121

Palavras-chave:

Indicadores de qualidade da informação, Métricas, Dimensões de qualidade da informação, Informação

Resumo

A qualidade de informações fornecidas varia amplamente e a expressiva quantidade de informações acessíveis dificulta o acesso à informação relevante. O objetivo deste estudo foi identificar o uso de indicadores e de métricas para avaliar a qualidade de dados e de informações a partir da literatura branca especializada disponível nas bases de dados da Proquest, da Web of Science e da Scopus. O Protocolo de Recomendação Prisma e a Análise de Conteúdo foram utilizados para identificar construtos, métricas e indicadores usados. Os resultados apontaram o uso mais frequente dos indicadores de precisão, de confiabilidade e de completude. Houve discrepância e sobreposição de conceitos na definição dos indicadores, associadas ao tipo de indicador e ao objeto de avaliação, ou seja, dado ou informação. As métricas de avaliação, de contexto e de conteúdo foram utilizadas para avaliar a qualidade de dados, fontes de dados e informação de documentos. Conclui-se que a escolha de indicadores e de métricas para análise da qualidade de informação depende da tarefa e das preferências subjetivas do usuário da informação, sendo preferível usar métricas de avaliação rastreáveis, simples e de fácil compreensão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josefina Aparecida Soares Guedes, Universidade Federal do Paraná

Mestre e  Bibliotecária da Universidade Federal do Paraná

Doutorando do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

Rita de Cássia Fonseca, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Profa Dra Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Faimara do Rocio Strauhs, Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Profa Dra. do Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade - UTFPR

Referências

Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR ISO 9001: 2008. Sistemas de gestão da qualidade – Requisitos. ABNT, 2008.

Arazy, Ofer, et al. "Heuristic principles and differential judgments in the assessment of information quality". Journal of the Association for Information Systems, vol. 18, no. 5, 2017, pp. 403-432, doi:10.17705/1jais.00458. Acessado 8 maio 2020.

Assis, Juliana de, e Moura, Maria Aparecida. "A qualidade da informação na Web: uma abordagem semiótica". Informação & Informação, vol. 16, no. 3, 2011, pp. 96-117, doi:10.17705/1jais.00458. Acessado 9 maio 2021.

Ayyash, Mohannad Moufeed. "Identifying information quality dimensions that affect customers satisfaction of e-banking services". Journal of Theoretical and Applied Information Technology, vol. 82, 2015, pp. 122-130, doi:10.5433/1981-8920.2011v16n3p96. Acessado 9 maio 2021.

Azeroual, Otmane, et al. “Data quality as a critical success factor for user acceptance of research information systems”. Data, vol. 5, no. 2, 2020, pp. 1-13, doi:10.3390/data5020035. Acessado 9 maio 2021.

Bardin, L. Análise de conteúdo. 3 ed., Edições 70, 2011.

Behkamal, Behshid, et al. “A Metrics-driven approach for quality assessment of linked open data". Journal of Theoretical and Applied Electronic Commerce Research, vol. 9, no. 2, 2014, pp. 64-79, doi:10.4067/S0718-18762014000200006. Acessado em 9 maio 2021.

Bibi, Ruqia., et al. "Quality Implication for Prognoses Success in Web Applications". International Journal of Modern Education and Computer Science, vol. 8, no. 3, 2016, pp. 37-44.

Bizer, Christian. Quality-driven information filtering in the context of web-based information systems, 2007. Freie Universit at Berlin, Ph.D. Thesis.

Bizer, Christian, and Cyganiak, Richard. Quality-driven information filtering using the WIQA policy framework. Journal of Web Semantics, v. 7, n. 1, 2009, pp. 1-10, doi:10.1016/j.websem.2008.02.005. Acessado 9 maio 2021.

Botelho, Kilça Tanaka, et al. "Indicadores de sustentabilidade empresarial: um estudo exploratório". Divers@!, vol. 8, no. 2, 2015, doi:10.5380/diver.v8i2.45050. Acessado 15 maio 2021.

Calazans, Angélica Toffano Seidel. “Qualidade da informação: conceitos e aplicações”. TransInformação, vol. 20, no. 1, 2008, pp. 29-45.

Chen, Ying, et al. "Processamento de consultas com controle de qualidade na World Wide Web". World Wide Web, vol. 1, no. 4, 1998, pp. 241-255.

Choo, Chun Wei. A organização do conhecimento: como as organizações usam a informação para criar significado, construir conhecimento e tomar decisões. Senac, 2003.

Cichy, Corinna, and Rass, Stefan. Fuzzy Expert Systems for Automated Data Quality Assessment and Improvement Processes. EKAW (Posters & Demos), 2020, pp. 7-21.

Dante, Gloria Ponjuán. “Gestión de información: precisiones conceptuales a partir de sus orígenes". Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, vol. 3, no. 2, 2008.

Davenport, Thomas H., e Prusak, Lawrence. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. 14 ed, Campus, 2003.

Fagundes, Melissa Figueira, e Ribeiro Junior, Divino Ignácio. "Modelo baseado em Frictionless Data aplicado aos dados abertos governamentais". RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, vol. 18, no. 1, 2020, doi:10.20396/rdbci.v18i00.8661528. Acessado 16 maio 2021.

Gigerenzer, Gerd, and Gaissmaier, Wolfgang. "Heuristic decision making". Annual review of psychology, vol. 62, 2011, pp. 451-482, doi:10.1146/annurev-psych-120709-145346. Acessado 12 maio 2020.

Greef, Ana Carolina, et al. Lean office: operação, gerenciamento e tecnologias. 1 ed., Atlas, 2012.

Han, Jingyu, et al. "Web article quality ranking based on web community knowledge". Computing, vol. 97, no. 5, 2015, pp. 509-537, doi:10.1007/s00607-014-0435-4. Acessado 12 maio 2021.

Härting, Ralf-Christian, and Lewoniewski, Włodzimierz. "Main influencing factors of quality determination of collaborative open data pages". Information, vol.11, no. 6, 2020, pp. 1-10, doi:10.3390/info11060283. Acessado 12 maio 2021.

Josang, Audun, Ismail, Roslan and Boyd, Colinet. "A survey of trust and reputation systems for online service provision". Decision support systems, vol. 43, no. 2, 2007, pp. 618-644, doi:10.1016/j.dss.2005.05.019. Acessado 13 maio 2021.

Juran, Joseph M., et al. Quality control handbook. 1 ed., McGraw Hill, 1974.

Knight, Shirlee-ann, and Burn, Janice. "Developing a framework for assessing information quality on the World Wide Web". Informing Science, vol. 8, no. 1, 2005, pp. 159-172.

Kopyltsov, A. V. "Selection of metrics in software quality evaluation". Journal of Physics: Conference Series, vol. 1515, no. 3, 2020, doi:10.1088/1742-6596/1515/3/032018. Acessado 10 maio 2021.

Liberati, Alessandro, et al. "The PRISMA statement for reporting systematic reviews and meta-analyses of studies that evaluate health care interventions: explanation and elaboration". Journal of clinical epidemiology, vol. 62, no.10, 2009, doi:10.1016/j.jclinepi.2009.06.006. Acessado 10 maio 2021.

Lu, Lihua, et al. "Integre dados inconsistentes e heterogêneos com base no feedback do usuário." Jornal Internacional de Computação Inteligente e Cibernética, vol. 8, no. 2, 2015, p. 187-203, doi:10.1108/IJICC-04-2014-0013. Acessado 10 maio 2020.

Maatouk, Yasser. “Building AIPedia ontology to evaluate research impact in artificial intelligence area”. Academia Letters, 2021, https://doi.org/10.20935/AL2781. Acessado 10 maio 2020.

Manzoor, Atif, et al. "Quality of context: models and applications for context-aware systems in pervasive environments". The Knowledge Engineering Review, vol. 29, no. 2, 2014, pp. 154-170, doi:10.1017/S0269888914000034. Acessado 10 maio 2021.

Moher, David, et al. “The PRISMA Group preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: the PRISMA statement”. PLoS Med, v. 6, n. 7, 2009.

Mohammadi, Faegheh, et al. "Is the information fit for use? Exploring teachers perceived information quality indicators for Farsi web-based learning resources". Malaysian Journal of Library & Information Science, vol. 20, no. 1, 2017, pp. 99-122.

Naumann, Felix. Quality-driven query answering for integrated information systems. Springer, 2002.

Nehmy, Rosa Maria Quadros, e Paim, Isis. "A desconstrução do conceito de ‘qualidade da informação’". Ciência da Informação, vol. 27, no. 1, 1998, pp. 36-45, doi:10.1590/S0100-19651998000100005. Acessado 17 maio 2021.

Oliveira, Dalgiza Andrade de, e Araújo, Ronaldo Ferreira de. "A contribuição das métricas para o campo da ciência da informação". Perspectivas em Ciência da Informação, 2020, pp. 300-318.

Paletta, Francisco Carlos, e Ueki, Greicyene Hamaguchi. "A informação como agente de mudanças nas organizações". Revista Conhecimento em Ação, v. 4, 2019, pp. 146-155.

Parker, Michelle B., et al. “An evaluation of Information quality frameworks for the World Wide Web”. Annual Conference on WWW Applications: South Africa, 2006.

Pinto, María, et al. “Dissemination of information and visibility of the european higher education area through the websites of Spanish: a longitudinal metric analysis, 2007-2012”. Scientometrics, v. 98, no. 2, 2014, pp 1235–1255.

Pipino, Leo, et al. "Developing measurement. scales for data-quality dimensions". Information quality, vol. 1, 2005, pp. 37-521.

Rasaiah, Barbara A., et al. "Assessing field spectroscopy metadata quality". Remote Sensing, vol. 7, no. 4, 2015, pp. 4499-4526.

Reiter, Michael, et al. "Quality of data driven simulation workflows". 2012 IEEE 8th International Conference on E-Science. IEEE, 2012. pp. 1-8.

Reznik, Leon, and Lyshevski, Sergey Edward. "Data quality indicators composition and calculus: Engineering and information systems approaches". Sensors & Transducers, vol. 185, no. 2, 2015, pp. 140-148.

Rösch, Christine, et al. "Indicator system for the sustainability assessment of the German energy system and its transition". Energy, Sustainability and Society, vol. 7, no. 1, 2017, pp. 1-13.

Rukkas, Kyrylo, and Zholtkevych, Galyna. "Distributed Datastores: Towards Probabilistic Approach for Estimation of Reliability". ICT in Education, Research and Industrial Applications: Integration, Harmonization and Knowledge Transfer, 2015.

Sá, Patrícia Moura, and Martins, Rita. "Data quality requirements for water bills". The TQM Journal. vol. 28, no. 6, 2016, pp. 933-953.

Saracevic, Tefko. "Ciência da informação: origem, evolução e relações". Perspectivas em ciência da informação, vol. 1, no. 1, 1996, pp. 41- 62.

Sugahara, Cibele Roberta, and Jannuzzi, Paulo de Martino. "Estudo do uso de fontes de informação para inovação tecnológica na indústria brasileira". Ciência da Informação, vol. 34, 2005, pp. 45-56.

Turban, Efraim, et al. Tecnologia da informação para gestão. 3 ed., Bookman, 2004.

Valls, Valéria Martin, e Vergueiro, Waldomiro de Castro Santos. "A gestão da qualidade em serviços de informação no Brasil: uma nova revisão de literatura, de 1997 a 2006". Perspectivas em ciência da informação, vol. 11, no. 1, 2006, pp. 118-137.

Van Bellen, Hans Michael. “Desenvolvimento sustentável: uma descrição das principais ferramentas de avaliação”. Ambiente & Sociedade, vol. 7, no. 1, 2004, pp. 67-87.

Wand, Yair, and Wang, Richard Y. Anchoring data quality dimensions in ontological foundations. Communications of the ACM, vol. 39, no.11, 1996, pp. 86-95.

Wang, Richard Y., and Strong, Diane M. "Beyond accuracy: What data quality means to data consumers". Journal of management information systems, vol.12, no. 4, 1996, pp. 5-33.

Downloads

Publicado

2021-10-15

Como Citar

Guedes, J. A. S., R. de C. . Fonseca, e F. do R. Strauhs. “Uso De Indicadores E métricas Para avaliação Da Qualidade Da informação”. Brazilian Journal of Information Science: Research Trends, vol. 15, outubro de 2021, p. e02121, doi:10.36311/1981-1640.2021.v15.e02121.