OFICINA DE JOGOS, POSSÍVEL E NECESSÁRIO E IDOSOS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-1655.2020.v12n1.p73-104

Palavras-chave:

Educação, Idoso, Intergeracional, Possível e necessário, Jogos de regras

Resumo

O objetivo de nossa pesquisa foi investigar os efeitos de uma intervenção pedagógica construtivista e intergeracional sobre o desenvolvimento da formação de possíveis e do necessário entre idosos. Participaram da pesquisa sete alunos da Universidade Aberta à Terceira Idade/UEM e quatro alunas do curso de Pedagogia da mesma instituição. A pesquisa qualitativa, na modalidade pesquisa participante e com base no método clínico. Realizamos o processo de intervenção construtivista com os jogos Cara a Cara, Katamino e Eu sou...? e três atividades em grupo, denominadas atividades-desafio também envolvendo a formação de possíveis e de necessários. As sessões de intervenção pedagógica foram realizadas em duplas e grupos intergeracionais em um total de quatorze sessões em grupos nas dependências da UNATI/UEM. Para a análise dos dados produzidos pelos participantes da pesquisa quanto ao desenvolvimento do processo de formação de possíveis e do necessário, valemo-nos da Epistemologia Genética de Jean Piaget e seus colaboradores. A partir desses dados, constamos que os idosos-participantes se movimentaram em direção a níveis mais complexos de construção de possíveis e do necessário, manifestando atualização desses esquemas procedimentais. Concluímos, também, que os resultados obtidos nessa pesquisa podem ser creditados às condições construtivistas da intervenção pedagógica realizada com os participantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

KONFLANZ, Felipe; COSTA Kevin da; MENDES, Thais. A neuropsicologia do envelhecer: as “faltas” e as “falhas” do cérebro e do processo cognitivo que podem surgir na velhice. Psicologia. pt, São Paulo, ago. 2016.

LUÍS, José; LUZ, Brandão da. Jean Piaget e o sujeito do conhecimento. São Paulo: Epistemologia e Sociedade, 1990.

NASCIMENTO, Mariana Costa do. A tomada de consciência como possibilidade de proteção dos idosos: uma experiência pedagógica com o jogo Quarto na UNATI/UEM. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.

NASCIMENTO, Mariana Costa do. Construção de possíveis e do necessário por meio dos jogos de regras: uma intervenção intergeracional com idosos. 2019. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2019.

NERI, Anita Liberalesso; NERI, Marina Liberalesso. In: FREITAS, E. V.; PY, L. (org.). Tratado de Geriatria e Gerontologia. Rio de Janeiro: Travessa, 2002. p.2025-2045.

PEREIRA-PERES, Lilian Alves. “Eu jogo fazendo todas as maneiras que eu consigo”: como criar possibilidades de novas relações espaciais por meio do jogo Katamino. 2017. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2017.

PIAGET, Jean. O possível e o necessário: evolução dos possíveis na criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1985. v. 1.

PIAGET, Jean. O possível e o necessário: evolução dos necessários na criança. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986. v. 2.

PIAGET, Jean. O possível, o impossível e o necessário (as pesquisas em andamento ou projetadas no Centro Internacional de Epistemologia Genética). In: LEITE, L. B.; MEDEIROS, A. A. (org.) Piaget e a Escola de Genebra. São Paulo: Cortez, 1987. P. 51-71.

PIAGET, Jean. Abstração reflexionante: relações lógico-aritméticas e ordem das relações espaciais. Porto Alegre: Artmed, 1995.

PIAGET, Jean. Os Procedimentos da Educação Moral. In: MACEDO, L. (org.). Cinco estudos de educação moral. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996. p. 1-36.

PIANTAVINI, Francismara Neves Oliveira. Jogo de regras e construção de possíveis: análise de duas situações de intervenção psicopedagógica. 1999. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade da Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1999.

SANTOS, Claudimara Chisté. Análise microgenética de aspecto do funcionamento cognitivo de adolescentes e de idosos por meio do jogo Quoridor. 2007. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Espirito Santo, Vitória, 2007.

SANTOS, Claudimara Chisté. Análise microgenética de aspectos cognitivos e afetivos em idosas: uma proposta teórica e metodológica. 2011.Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Espirito Santo, Vitória, 2011.

SANTOS, Claudimara Chisté; ORTEGA, Antonio Carlos; QUEIROZ, Sávio Silveira. Equilibração e tomada de consciência: análise do jogo Cara a Cara. Arquivos Brasileiros de Psicologia, Rio de Janeiro, v. 62, n. 3, p. 1-14, 2010.

SILVA, Sandreline Cano da. O jogo Set em adolescentes, adultos e idosos: aspectos cognitivos. 2013. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Programa de Pós-graduação em Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

YAEGASHI, Solange Franci Raimundo. Aprendizagem de possíveis e inclusão de classes. 1992. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1992.

YASSUDA, Mônica Sanches et al. Memória e envelhecimento: aspectos cognitivos e biológicos. In: FREITAS, E. V.; PY, L. (org.). Tratado de Geriatria e Gerontologia. Rio de Janeiro: Travessa, 2002. p.2046-2056.

Downloads

Publicado

2020-08-06

Edição

Seção

Artigos