O CAPITAL: ACUMULAÇÃO DE CAPITAL E LUTA DE CLASSES

Autores

  • Plínio de Arruda Sampaio Junior Professor aposentado do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas - IE/UNICAMP, membro do Conselho Editorial da Revista Novos Temas do Instituto Caio Prado e editor do site Contrapoder.

Palavras-chave:

Karl Marx; Marxismo; Crítica da Economia Política; Materialismo Histórico; Teoria da Práxis.

Resumo

Karl Marx dedicou quantidade significativa de sua vida em criar o arcabouço teórico capaz de explicar a lógica contraditória da gênese e desenvolvimento do modo de produção capitalista. Esse núcleo da teoria social de Marx é a crítica da economia política. Trata-se de uma teorização sobre a gênese, reprodução e superação da sociedade burguesa, evidenciando o caráter necessariamente histórico e, portanto, transitório do capitalismo. O presente artigo busca evidenciar que a práxis revolucionária, bem como a constituição do proletariado como sujeito histórico revolucionário, capaz de realizar a revolução social, é uma decorrência lógica da crítica da economia política de Marx, não sendo possível dissociar uma da outra sem erodir toda a sua estrutura teórica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-12-17