A LEI NATURAL EM TOMÁS DE AQUINO: PRINCÍPIO MORAL PARA A AÇÃO

Autores

  • Lucas Duarte SILVA (PUC/RS)

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-8900.2014.v6n11.4563

Palavras-chave:

Lei natural, intelecto prático, ação.

Resumo

O presente texto busca remontar a teoria da lei natural encontrada na questão 94 da Summa theologiae, de Tomás de Aquino, em especial como ela se torna um princípio básico para ação moral (execução e justificação). Para tanto, buscaremos mostrar: (i) como a lei é o resultado da atividade racional na medida em que é uma ordenação para ação; (ii) os preceitos deste princípio mais básico racional; (iii) e como o conteúdo dessa está associado com os outros tipos de lei. Por fim, deverá ficar claro que este princípio para ação tem validade universal e autoevidente

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Duarte SILVA (PUC/RS)

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2014-12-19

Edição

Seção

Artigos