O PENSAMENTO DA IDENTIDADE NA GÊNESE DO FETICHISMO

Autores

  • Fábio César da SILVA (UEMG)

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-8900.2014.v6n11.4555

Palavras-chave:

Pensamento da Identidade. Fetichismo. T.W. Adorno. Teoria Crítica.

Resumo

O que proponho nesse artigo é demonstrar interpretativamente alguns pontos de
conexão entre os termos pensamento da identidade e o fetichismo na filosofia de T. W. Adorno (1903-1969). Essa conexão é parte de uma elaboração, ou uma ampliação, do conceito de fetichismo na filosofia adorniana cuja evidência surge a partir de duas perspectivas interpretativas: [i] por uma interpretação externa à filosofia de Adorno, tal como uma história filosófica do conceito; e [i.i.] por uma interpretação interna à sua filosofia, considerando o fetichismo como elemento de constelação de seu pensamento e, consequentemente,
demonstrando sua conexão com o pensamento da identidade. Enfim, nesse artigo me aterei a essa interpretação interna à filosofia de Adorno, usando a obra Dialética Negativa (1966), bem como a obra Dialética do Esclarecimento (1947), escrita em parceria com M. Horkheimer (1895-1973), a fim de atingir o objetivo proposto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio César da SILVA (UEMG)

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2014-12-19

Edição

Seção

Artigos