O HOMEM: O SER DO TRABALHO NA SOCIEDADE CIVIL BURGUESA

Autores

  • Jean Michel de Lima SILVA (UECE)

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-8900.2013.v5n09.4502

Palavras-chave:

Homem. Carências. Trabalho. Liberdade.

Resumo

A presente pesquisa traz uma análise sobre a efetivação da liberdade no interior da sociedade civil burguesa, mais especificamente no Sistema das Carências, bem como sua relação direta com o trabalho livre. Para tanto, foi necessário à utilização da obra: "Linhas fundamentais da filosofia do direito ou Direito natural e ciência do Estado em Compêndio" do autor Georg Wilhelm Friedrich Hegel. O objetivo é demonstrar o aspecto espiritual do trabalho,
este que para Hegel assume um valor fundamental de libertação, pois possibilita ao homem se erguer de uma pura determinação imediata e natural para uma esfera de criação da cultura. O método de exposição da presente pesquisa se dá na forma da Dialética especulativa que ressalta o movimento de libertação exposto no Sistema das Carências através do trabalho. Portanto, o trabalho adquire um aspecto positivo que possibilita o eu (ich) alcançar a satisfação das necessidades sociais, tendo como resultado a libertação da natureza.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jean Michel de Lima SILVA (UECE)

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Downloads

Publicado

2014-12-18

Edição

Seção

Artigos