Continuidades e mudanças no discurso brasileiro para obtenção de assento permanente no Conselho de Segurança da ONU dos governos Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva

Autores

  • Natalia Bandeira Ramos Coelho

DOI:

https://doi.org/10.36311/2237-7743.2014.v3n3.p525-547

Resumo

Este artigo buscar ampliar a compreensão de um dos principais objetivos da diplomacia brasileira, a candidatura do Brasil ao Conselho de Segurança da ONU (CSNU). O relançamento oficial dessa meta da política externa foi feito pelo Chanceler Celso Amorim, em 1994, durante o governo do Presidente Itamar Franco. Realizou-se uma análise dessa aspiração do Estado brasileiro a partir do estudo comparativo dos discursos proferidos pelos governos dos Presidentes Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) e Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010) nas Sessões Anuais de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidas (AGNU).

 

 

Abstract: This article seeks to broaden understanding of one of the main objectives of Brazilian Foreign Policy: the latter’s campaign for a permanent seat in the United Nations Security Council (UNSC). The current aspiration to rise to a a long-lasting member status in the UN’s most exclusive body was launched in 1994 by the government of former President Itamar Franco, during the tenure of Foreign Affairs Minister Celso Amorim. This study makes a comparative analysis of the speeches made by the administrations of Presidents Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) and Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), delivered at the annual sessions of the UN General Assembly.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natalia Bandeira Ramos Coelho

Mestre em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília e atualmente trabalha no Departamento Financeiro do Itamaraty.

Downloads

Publicado

2020-11-04

Edição

Seção

Artigos