Os herdeiros de todos os medos: a dissuasão nuclear para os EUA e a Rússia (2000-2005) / The heirs of all fears: nuclear deterrence for the U.S. and Russia (2000-2005)

Autores

  • Diego Santos Vieira de Jesus PUC-Rio / ESPM-RJ

DOI:

https://doi.org/10.36311/2237-7743.2012.v1n2.p309-339

Resumo

O objetivo deste artigo é examinar as perspectivas para a dissuasão nuclear para as duas principais potências nuclearmente armadas - EUA e Rússia - durante os cinco primeiros anos da década de 2000. O argumento central aponta que as duas potências preocuparam-se com a dissuasão de ameaças advindas das principais potências, mas se mostraram mais preocupadas com as ameaças de potências regionais com armas de destruição em massa. Elas reduziram suas forças nucleares desde o fim da Guerra Fria, manifestaram um maior interesse em capacidades não-nucleares para a dissuasão e tentaram definir opções para o uso limitado de armas nucleares.

 

 

The aim of this paper is to examine the approaches for nuclear deterrence for the two greatest nuclear-weapon states - the U.S. and Russia - in the first half of the 2000s. The central argument shows that the two powers were concerned with deterrence of threats stemming from major powers, but were more concerned about the threats from regional powers with weapons of mass destruction. They have reduced their nuclear forces since the end of the Cold War, showed a greater interest in non-nuclear capabilities for deterrence and tried to define options for the limited use of nuclear weapons.

 

 

 


 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diego Santos Vieira de Jesus, PUC-Rio / ESPM-RJ

Doutor em Relações Internacionais e professor da Graduação e da Pós-Graduação lato sensu em Relações Internacionais do Instituto de Relações Internacionais da PUC-Rio (IRI / PUC-Rio) e da Graduação em Relações Internacionais da Escola Superior de Propaganda e Marketing do Rio de Janeiro (ESPM-RJ).

Downloads

Publicado

2012-07-27

Edição

Seção

Artigos