Swaps Cambiais Chineses

acordos monetários em renminbi no contexto da belt and road initiative

Autores

  • Bruno Haeming PUC - Minas

DOI:

https://doi.org/10.36311/2237-7743.2022.v11n1.p36-64

Palavras-chave:

Swap Cambial; China; One Belt One Road; Cooperação Sul - Sul.

Resumo

O presente trabalho aborda os acordos de swap feitos pela China, através do seu Banco Central, People’s Bank of China (PBOC), com os países integrantes da One Belt One Road (OBOR). O objetivo é identificar se os acordos em questão contemplam elementos característicos da Cooperação Sul – Sul (CSS). A China tem um projeto de expansão global, a OBOR, calcado nas práticas e valores da  CSS, que trai países a esse projeto. Nesse contexto, a internacionalização da moeda chinesa cumpre a necessidade da China de lidar com o pós crise de 2008, bem como com sua intenção de aumentar as relações com outros países a partir da sua moeda. A pergunta que guiou o trabalho foi: De qual maneira os acordos de swap cambial feitos pelo Banco Central chinês, dentro da lógica da OBOR, se compatibilizam com as características da Cooperação Sul – Sul? Para responder a esse questionamento, fez-se um estudo de caso, tentando identificar a factibilidade de associar operações cambiais com valores da CSS. Muito embora não tenha sido possível acesso detalhado aos acordos, foi possível identificar que a China trava relações e fecha acordo de swap com diversos países no contexto da OBOR, e o resultado é a preservação da soberania, não intervenção e ganhos mútuos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Downloads

Publicado

2022-04-29

Como Citar

HAEMING, B. Swaps Cambiais Chineses: acordos monetários em renminbi no contexto da belt and road initiative . Brazilian Journal of International Relations, Marília, SP, v. 11, n. 1, p. 36–64, 2022. DOI: 10.36311/2237-7743.2022.v11n1.p36-64. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/bjir/article/view/10176. Acesso em: 24 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos