OS JOGOS E O PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DA UTILIZAÇÃO DESTE RECURSO EM SALA DE AULA

  • Tatiana Andrade Fernandes de LUCCA Professora de Educação Básica I - Prefeitura Municipal de Rio Claro-SP
  • Andréia OSTI Unesp - Rio Claro-SP
Palavras-chave: Alfabetização, Aprendizagem, Jogo

Resumo

Este trabalho tem como objetivo apresentar um relato de experiência sobre as contribuições dos jogos para o processo da alfabetização. Os jogos são recursos utilizados no contexto escolar, sendo que diversos autores assinalam diferentes contribuições para sua inserção na sala de aula, como por exemplo, o desenvol-vimento cognitivo, motor, afetivo e moral. Em relação aos jogos cujo conteúdo contribui para a alfabetização, destaca-se a possibilidade de trabalho com as pro-priedades da língua, ou seja, com o sistema de escrita alfabético, a consciência fonológica, a morfologia das palavras, seu aspecto semântico, a ampliação de vo-cabulário e, também, a possibilidade de inserção da criança na cultura letrada. Assim, realizou-se um estudo documental dos registros de uma professora que em 2013 planejou e desenvolveu um projeto de jogos com uma turma de 1º ano do Ensino Fundamental. Desse modo, o objetivo da pesquisa consistiu em anali-sar de que forma a inserção dos jogos pode viabilizar o processo de apropriação do sistema de escrita alfabético pelos alunos e verificar se os jogos contribuíram para o processo de alfabetização dos discentes. Logo, apresentam-se os jogos utilizados, seus objetivos, a forma de apresentação desses materiais, organização da turma para as partidas e comentários da professora sobre esta experiência. Com base nos relatos docentes e nos registros de aprendizagem dos alunos é possível inferir que os jogos consistem em uma importante ferramenta para o docente planejar ações que atendam as especificidades dos alunos e realizar um trabalho sis-tematizado com a escrita alfabética.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-28
Seção
Artigos