AS NOÇÕES DE RETIDÃO DA VONTADE E DE JUSTIÇA NO DE VERITATE DE SANTO ANSELMO

  • Sérgio DEL'ARCO FILHO (Unesp/Marília)
Palavras-chave: Verdade, Retidão, Vontade, Justiça, Anselmo de Cantuária (1033-1109)

Resumo

O objetivo deste trabalho é tratar da noção de retidão da vontade no De veritate de Anselmo de Cantuária, bem como da íntima relação que existe entre retidão da vontade e a noção anselmiana de justiça. A obra De veritate tem o formato de diálogo entre mestre e discípulo e faz parte da chamada trilogia moral concernente ao estudo da Sagrada Escritura. Essa trilogia é formada pelos tratados De veritate, De libertate arbitrii e De casu diaboli. O primeiro tratado versa sobre alguns assuntos que serão determinantes para o seguimento dos outros dois diálogos, por exemplo, sobre a verdade, a retidão da vontade e sobre a justiça. Para tratarmos do objetivo deste artigo precisaremos abordar as noções de debere, retidão, retidão do pensamento, retidão da ação, então falaremos sobre a retidão da vontade e discorreremos detalhadamente sobre o capítulo XII do DV, que versa sobre a justiça.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-08-03
Seção
Artigos