KANT E A FIGURA DO GÊNIO: ARTE E NATUREZA

  • Bernardo SANSEVERO (PUC-RJ)
Palavras-chave: Kant. Gênio. Regra. Arte. Natureza.

Resumo

Durante toda a sua exposição sobre o juízo de gosto, que ocupa majoritariamente a
primeira parte (§1 - §60) da Crítica da faculdade do juízo (Critique of judgment), Kant só abre espaço para investigação da figura do gênio ao tratar da arte, no §43. Neste artigo pretendo mostrar que a investigação sobre a arte traz um problema considerável para a estrutura do que foi antes exposto sobre o juízo de gosto. Este problema pode ser expresso na seguinte pergunta: como conciliar beleza e regra, dentro do pensamento kantiano sobre o belo? Através da relação entre arte e natureza na noção kantiana de gênio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bernardo SANSEVERO (PUC-RJ)

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Publicado
2014-12-18
Seção
Artigos