A CRÍTICA DE SCHOPENHAUER AO FUNDAMENTO DA MORAL PROPOSTO POR KANT

  • Alexander Almeida Morais Mestrando do Mestrado em Ética e Epistemologia da Universidade Federal do Piauí (UFPI)
Palavras-chave: Kant, Schopenhauer, Fundamentação da moral

Resumo

Este artigo tem como objetivo explicitar a crítica que Schopenhauer faz à fundamentação da moral proposta por Kant. Para cumprir este objetivo exporemos em primeiro lugar e de forma concisa, a fundamentação da ética realizada por Kant. Depois analisaremos as críticas feitas por Schopenhauer à ética de Kant e finalizaremos indicando a alternativa de Schopenhauer em fundamentar a moral pelo sentimento da compaixão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

CACCIOLA, Maria Lúcia Mello e Oliveira. Schopenhauer e a questão do dogmatismo. São Paulo: EDUSP, 1994.

CARTWRIGHT. Schopenhauer’s Narrower Sense of Morality. In: JANAWAY, Christopher (Org). The Cambridge companion to Schopenhauer. Cambridge: Cambridge University Press, 1999.

JANAWAY, Christopher. Self and World in Schopenhauer’s philosophy. Oxford: Claredon Press, 1989.

KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.

______. Crítica da razão prática. Lisboa: Edições 70, 1989.

______. Fundamentação da metafísica dos costumes. Lisboa: Edições 70, 1980.

PORTA, Mario Ariel González. A filosofia a partir de seus problemas: didática e metodologia do estudo filosófico. São Paulo: Loyola, 2002.

SCHOPENHAUER. O mundo como Vontade e como Representação. São Paulo: UNESP, 2005.

______. Contestação ao livre-arbítrio. Porto: Rés-editora, 2002.

______. Sobre o fundamento da moral. São Paulo: Martins Fontes, 1995.
Publicado
2011-07-30
Seção
Artigos