Imunoprevenção: um percurso de décadas e o desafio no enfentamento às falsas informações

  • Cristina Ribeiro Macedo Escola de Ciências da Escola Superior de Saúde da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – EMESCAM/ Universidade Federal do Espírito Santo
Palavras-chave: Imunização, Vacinas, Pesquisas

Resumo

Apesar da estruturação crescente do Programa Nacional de Imunização, foi possível testemunhar o ressurgimento de doenças imunopreviníveis que supostamente estariam controladas. Tal fenômeno motiva a inquietação e a discussão no âmbito da saúde coletiva, instigando a comunidade acadêmica e científica a buscarem respostas, pois claramente existem fatores interferindo na qualidade do produto final pretendido, que se trata da proteção imunogênica das populações. Nesse percurso, foi evidenciado que a mídia tem favorecido a circulação de informações dúbias e falsamente articuladas, provocando na população um temor que dificulta a adesão ao recebimento das vacinas; atitudes sedimentadas, em muitos casos, em conceitos, valores, convicções filosóficas e religiosas que dificultam a comunicação efetiva dos profissionais de saúde e a população elegível ao recebimento do imunobiológico. No cenário apresentado, onde falsas notícias podem provocar agravos à saúde, destaca-se a importância das informações científicas. Publicações falsas foram determinantes para a expansão mundial do movimento anti-vacina. Indicadores de morbidade e mortalidade são importantes no delineamento de prioridade de enfrentamento no âmbito da saúde, mas entender os fenômenos que permeiam a tomada de decisão das populações é de suma importância para o delineamento de estratégias, as metodologias de pesquisas se complementam na medida que proporcionam um olhar diferenciado para a mesma discussão, não basta quantificar o problema, igualmente se faz necessário buscar as mudanças sociais que ocorrem no grupo e determinar a diversificação dos comportamento na sociedade, metodologias de pesquisas mistas muitas vezes propões resultados que ampliam o entendimento. Ressalta-se que prover informações falsas implica na desconstrução da ciência, considerando que as informações científicas subsidiam decisões que envolvem a saúde da população nos diferentes contextos e respaldam a elaboração de políticas públicas de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Ribeiro Macedo, Escola de Ciências da Escola Superior de Saúde da Santa Casa de Misericórdia de Vitória – EMESCAM/ Universidade Federal do Espírito Santo

Professora da Escola de Ciências

Mestre em Saúde Coletiva

Referências

1. Gurgel CBFM, Silvestre MB, Teixeira DF, Romão M. Fragmentos da História da Higiene e Saúde Pública: a febre amarela em Campinas-SP no Século XIX. Rev Patol Trop. 2014;43 (2):111-20. DOI: http://doi.org/10.5216/rpt.v43i2.31109

2. Bynum WF. Science and the Practice of Medicine in the Nineteenth Century. New York: Cambridge University Press, 2006.

3. World Health Organization (WHO). Measles and Rubella Surveillance Data. Genebra: 2019.

4. Diniz MO, Ferreira LCS. Biotecnologia aplicada ao desenvolvimento de vacinas. Estud Av. 2010;24(70):19-30. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142010000300003

5. Brasil. Ministério da Saúde. Fundação Nacional de Saúde. Centro Nacional de Epidemiologia. Programa Nacional de Imunizações: PNI 25 anos. Brasília: Ministério da Saúde, 1998.

6. Domingues CMAS, Woycicki JR, Rezende KS, Henriques CMP. Programa Nacional de Imunização: a política de introdução de novas vacinas. Rev Eletr Gestão Saúde. 2015;6 (Supl. 4):3250-74.

7. Silveira LTC, Tura B, Santos M. Systematic review of dengue vaccine ystematic review of dengue vaccine efficacy. BMC Infec Dis. 2019;19:750. DOI: https://doi.org/10.1186/s12879-019-4369-5

8. Henriques CMP. A dupla epidemia: febre amarela e desinformação. Rev Eletron Comun Inf Inov Saúde. 2018;12(1):9-13. DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v12i1.1513

9. Barbieri CLA, Couto MT, Aith FMA. A (não) vacinação infantil entre a cultura e a lei: os significados atribuídos por casais de camadas médias de São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública. 2017;33(2):e00173315. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00173315

10. Zorzetto R. Manipulação de dados: fraude em estudo sobre vacina reabre discussão acerca das práticas de pesquisa. Pesq Fasep. 2011;(181).

11. Pinto Junior VL. Comunicação breve: Anti-vacinação, um movimento com várias faces e consequências. Cad Ibero-Amer Dir Sanit. 2019;8(2):1-132. DOI: http://dx.doi.org/10.17566/ciads.v8i2.542

12. Andre FE, Booy R, Bock HL, Clemens J, Datta SK, John TJ, et al. Vaccination greatly reduces disease, disability, death and inequity worldwide. Bull World Health Organ. 2007;86(2):140-6. DOI: http://dx.doi.org/10.2471/BLT.07.040089

13. Poland GA, Jacobson RM. The age-old struggle against the antivaccinationists. New Engl J Med. 2011;364(2):97-9. DOI: http://dx.doi.org/10.1056/NEJMp1010594

14. Jacques PB. Saúde em retrospectiva e prospectivas. Rev Bras Promoç Saúde. 2017;30(4): 1-2. DOI: http://dx.doi.org/10.5020/18061230.2017.7305

15. Brasil. Ministério da Saude. Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Farmacovigilância de vacinas. [cited 2019 Dec 11]. Available from: http://portal.anvisa.gov.br/vacinas

16. Fernandes FCGM, Santos EGO, Barbosa IR. Age of first pregnancy in Brazil: data from the national health survey. J Hum Growth Dev. 2019;29(3):304-312. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9523

17. Gracioli SMA, Linhares MBM. Neonatal and temperament variables predict behavior problems of preterm children at toddlerhood. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):313-324. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9527

18. Prado R, Camacho JCA, Paredes RAM, Coutinho FM, Ribeiro MAL, Riera ARP. Preterm newborns undergoing selective correction surgery of the patent ductus arteriosus: is there still space for these procedures? J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):325-337. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9528

19. Souza ACFS, Casais-e-Silva LL, Sena EP. Description of linguistic and neurological findings of preterm twins at 2 years of age. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):338-345. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9529

20. Taglia-Ferre KD, Lisboa S, Salviano LDS, Costa ACC, Monteiro SL, Campos HS, et al. Is there an association between the forced expiratory volume value in the first second and the Asthma Control Test and the degree of control proposed by the Global initiative for Asthma in asthmatic children and adolescents treated with inhaled corticosteroids? J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):346-353. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9530

21. Moimaz SAS, Amaral MA, Miotto AMM, Garbin CAS, Saliba TA. Parents´ perception of allergic or foodintolerant children in relation to disease. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):354-364. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9533

22. Mazzoccante RP, Corrêa HL, Queiroz JL, Sousa BRC, Sousa IRC, Santos MAB, et al. The relationship of sports practice with motor performance, selective attention, cognitive flexibility and processing speed in children aged 7 to 10 years. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):365-372. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9534

23. Ferreira ABM, Medeiros JA, Medeiros RCSC, Serrano LAR, Pinto VCM, Dantas M, et al. Level of physical activity and motor coordination of schoolchildren in different maturational stages. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):373-380. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9536

24. Shigaki GB, Batista MB, Paludo AC, Zambrin LF, Serassuelo Junior H, Ronque ERV. Secular trend of physical fitness indicators related to health in children. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):381-389. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9537

25. Franciscato SJ, Janson G, Machado R, Lauris JRP, Andrade SMJ, Fisberg M. Impact of the nutrition education program Nutriamigos® on levels of awareness on healthy eating habits in school-aged children. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):390-402. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9538

26. Del Ciampo LA, Louro AL, Del Ciampo IRL, Ferraz IS. Sedentary lifestyle among adolescents living in the city of Ribeirão Preto (SP). J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):403-409. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9539

27. Pereira SM, Rocha BEM, Szarfarc SC, Gallo PR, Bertoli CJ, Leone C. Family Health Strategy and prevalence of anemia in women in an urban region of high Human Development Index. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):410- 415. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9540

28. Álvarez CCS, Hans Filho G. Leprosy and Physiotherapy: a necessary approach. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):416-426. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9541

29. Holanda MN, Câmara OF, Silva DD, Bernarde PS, Silva AM, Lima MVM, et al. Accident and vascular injury with space ray animals in the alto do Jurua, Acre, Brazil: a case report. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):427-432. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9542

30. Camargo LMA, Silva RPM, Meneguetti DUO. Research methodology topics: Cohort studies or prospective and retrospective cohort studies. J Hum Growth Dev. 2019; 29(3):433-436. DOI: https://doi.org/10.7322/jhgd.v29.9543
Publicado
2019-12-12
Seção
EDITORIAL