A CONSTRUÇÃO DOS VALORES MORAIS NA ESCOLA POR MEIO DE PRÁTICAS DE VIRTUDE

Autores

  • Priscila Ferreira MAZZINI Universidade Estadual Paulista - Marília-SP
  • Clarisse Zan de Assis BASTOS Universidade Estadual Paulista - Marília-SP

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-1655.2016.v8n1.04.p66

Palavras-chave:

Ambiente Escolar; Psicologia Genética; Práticas Morais.

Resumo

O presente estudo, de natureza teórica, teve como objetivos analisar a importância do ambiente escolar como um lugar onde podem e devem ser desenvolvidas atividades que promovam a construção de valores morais e virtudes, relacionando tais propostas com pressupostos da Psicologia Genética de Jean Piaget. O decurso realizado foi o de, primeiramente, abordar o meio, neste caso, a escola, e sua contextualização com experiências de problematização moral. Na sequência, foram descritas considerações sobre a importância da construção de relações de cooperação, partindo principalmente do diálogo, como prática procedimental para discussão de situações reais que possibilitem a construção de valores morais na escola. Por fim, foi feita uma caracterização teórica a respeito de atividades possíveis de serem desenvolvidas na ação escolar diária, por meio de métodos ativos, que favoreçam à construção de práticas morais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARAÚJO, U. F. Assembléia escolar: um caminho para a resolução de conflitos. São
Paulo: Moderna, 2004.
96
Volume 8 Número 1 – Jan-Jul/2016
www.marilia.unesp.br/scheme
ISSN: 1984-1655
ARGÜÍS, R. et al. Tutoria: com a palavra, o aluno. Tradução de Fátima Murad Porto
Alegre: Artmed, 2002.
CARVALHO, J, S, F. [et al]. Autoridade e autonomia na escola: alternativas teóricas e
práticas. São Paulo: Summus, 1999.
DE VRIES, R.; ZAN, B. A ética na educação infantil: o ambiente sócio-moral na escola. Porto Alegre: Artes médicas,1998.
FUCHS, A. C. M. Improvisação teatral e descentração. 2005. 91f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rio Grande do Sul,
RS/Brasil. Recuperado em
http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/5081/000509730.pdf?...1.
GOERGEN, P. Educação e valores no mundo contemporâneo. Campinas: educ. soc.
vol. 26, n.92, p. 983-1011- out. 2005.
______. Educação moral hoje: cenários, perspectivas e perplexidades. Campinas, educ.
soc. vol.28, n.100-especial, p.737-762,out.2007.
GRIGOLON, A. K. [et. al]. Regras escolares: o que pensam os alunos do ensino fundamental I e II. Revista eletrônica de psicologia e epistemologia genéticas. v.5. n.1.
jan/jul/2013.
LA TAILLE, Y. Desenvolvimento humano: contribuições da psicologia moral. Instituto
de psicologia – USP. 18 (1), 11-36, 2007.
LA TAILLE, Y; MENIN, M, S. S. [et al.] Crise de valores ou valores em crise?. Porto
alegre: Artmed, 2009.
LIMA, A. E. O. A ética e o ensino infantil: o desenvolvimento moral na pré-escola.
2003. 154f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Estadual Paulista, Marília, SP/Brasil.
LIMA, L, de O. Piaget para principiantes. São Paulo: Summus, 1980.

MACEDO, L. O lugar dos erros nas leis ou nas regras. In: PIGET, J. et al (orgs). Cinco
estudos de educação moral. São Paulo: Casa do psicólogo, 1996.
MANTOVANI DE ASSIS, O. Z. Uma nova metodologia para a educação pré-escolar.
São Paulo: Pioneira, 1989.
MANTOVANI DE ASSIS. TOGNETTA, L. R. P. A construção da solidariedade: as
virtudes, a razão e a afetividade. Educação e pesquisa, São Paulo, v.32, n.1, p.49-66,
jan/abr 2006.
97
Volume 8 Número 1 – Jan-Jul/2016
www.marilia.unesp.br/scheme
ISSN: 1984-1655
MATTOS, A. P. de Ética e responsabilidade profissional. Curitiba: IESDE Brasil S.A.,
2012.
MEIRELES, M. M. Anomia: clínica psicanalítica. São Paulo: Casa do psicólogo, 2004.
MENIN, M. S. S. Desenvolvimento moral. In: PIGET, J. et al (orgs). Cinco estudos de
educação moral. São Paulo: Casa do psicólogo, 1996. (Originalmente publicado em
1930).
______. Valores na escola. Educação e pesquisa. São Paulo, v.28, n.1, p. 91-100.
jan/jun. 2002.
PIAGET, J. Para onde vai a educação? Rio de Janeiro: Unesco, 1978.
______. O juízo moral na criança. São Paulo: Summus, 1994. (Originalmente publicado
em 1932).
______. Os procedimentos de educação moral. In: Cinco estudos de educação moral.
São Paulo: casa do psicólogo, 1996 (Originalmente publicado em 1930).
PUIG, J. M.. Ética e valores: métodos para um ensino transversal. São Paulo: Casa do
Psicólogo, 1995.
______. A construção da personalidade moral. São Paulo: editora Ática, 1998.
______. Democracia e participação escolar. São Paulo: Moderna, 2000.
______. Práticas Morais – uma abordagem sociocultural da Educação Moral. São Paulo:
Editora Moderna, 2004.
SANTOS, A. C. B. H. dos [et. al] Educação moral na escola: relato de experiências.
Nuances: estudos sobre educação. Ano XVIII, v.23, n.24, p.124-143, set/dez. 2002
TOLEDO, C. A. A de. Sobre o conceito de subjetividade na filosofia do direito de Hegel. Acta scientiarum. Human and social sciences. Maringá, v.25, no2, p. 251-255.
2003.
TOGNETTA, L.R. P.; VINHA, T. P. Quando a escola é democrática: um olhar sobre a
prática das regras e assembléias na escola. Campinas, SP. Mercado de letras, 2007.
VINHA, T. P.; TOGNETTA, L, R, P. Construindo a autonomia moral na escola: os conflitos interpessoais e a aprendizagem dos valores. Rev. Diálogo educ., Curitiba, v.9,
n.28, p. 525-540, set/dez. 2009

Downloads

Publicado

2016-10-27

Edição

Seção

Artigos