Representações Sociais – Aproximando Piaget e Moscovici

Autores

  • Andréia Osti Universidade Estadual Paulista - Rio Claro-SP
  • Cristina Andrade Ferreira Silveira Universidade Anhanguera
  • Rosely Palermo Brenelli Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.36311/1984-1655.2013.v5n1.p35-60

Palavras-chave:

Representação Social, Piaget, Moscovici.

Resumo

O conceito de representação social compreende a concepção que um sujeito, um grupo ou uma sociedade têm sobre determinado tema ou assunto, estando presente tanto nas relações sociais como no conjunto de opiniões e comportamentos dos indivíduos, refle-tindo em sua conduta e valores. Esse artigo se orienta a aproximar as bases epistemo-lógicas de Piaget com a teoria das Representações Sociais de Moscovici. Acreditamos que o conhecimento social analisado por Piaget, e a representação social apresentada por Moscovici, são conceitos complementares uma vez que ambos compartilham de uma mesma postura epistemológica – o mundo tal como o conhecemos - é o mundo construído por nós através de nossas operações psicológicas. Consideramos que os dois autores têm importantes contribuições para a compreensão do processo de cons-trução das representações sociais bem como suas implicações para a vida dos indiví-duos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALLANSDOTTIR, A., JOVELOVITCH, S., e STATHOUPOULOU, A. Social representations: the versatility of a concept. In: Papers on social representations, p.
3-10, 1993.
AMAR, A. J., ABELLO, R. et. al. Representaciones acerca de la pobreza, desigualdad social y movilidad socioeconómica en estudiantes universitarios de la
ciudad de Barranquilla, Colombia. In: Investigación y Desarrollo, Vol. 14, nº 2,
2006.
BRUNER, J. S. Acts of meaning. Cambrige, MA: Havard University Press, 1990.
CAMARGO, P. Percepções de alunos jovens e adultos sobre o processo de
ensino e aprendizagem. Campinas: Dissertação de Mestrado, Unicamp, 2005.
CANTELLI, V. Procedimentos utilizados pelas famílias na educação econômica de seus filhos. Campinas: Tese de Doutorado, Unicamp, 2009.
DELVAL, J. El desarrollo humano. Madri: Siglo XXI, 1994.
DELVAL, J. El Constructivismo y la Adquisición del Conocimiento Social. In:
Apuntes de Psicología, Madrid, nº 36, p.5-24, 1992.
DENEGRI, M. La construcción de nociones econômicas en la infância y adolescência. In: FERRO, J. e AMAR, J. Desarrollo humano: perspectivas siglo XX.
Colombia: Universidad del Norte Ediciones, 1998.
Volume 5 Número 1 – Jan-Jul/2013 59
www.marilia.unesp.br/scheme
ISSN: 1984-1655
DOTTA, L. T. Representações sociais do ser professor. São Paulo: Alínea, 2006.
DURKHEIM, E. Educação e sociologia. São Paulo: Melhoramentos, 1978.
DUVEEN, G. Genesis and sctructure: Piaget and Moscovici. In: BUSCHINI, F. e
KALAMPALIKIS, L. Penser la vie, le social, la nature: mélanges en l'honneurs
Serge Moscovici, p. 163-173, Paris: La Maison de Sciences de l'Homme, 2001.
ENESCO, L. La compreensión de la organización social em niños y adolescentes. Madrid: Cide, 1995.
FERREIRO, E. Atualidade de Jean Piaget. Porto Alegre: Artmed, 2001.
FREITAG, B. Itinerários de Antígona: a questão da moralidade. Campinas, SP:
Papirus, 1992.
FURTH, H. Young children's understandin of society. In: MCGURK, H. Inssues
in childhood social development. Londres: Methuen e Co, 1978.
GUARESCHI, P. Representações e ideologia. Revista de Ciências Humanas,
2000.
GUIMARÃES, T., e SARAVALI, E. O que crianças pensam sobre uma situação
de não aprendizagem? Um estudo sobre a construção do conhecimento social.
Anais do XXIV Encontro Nacional dos Professores do Proepre, 2008.
JOVCHELOVITCH, S. Os contextos do saber: representações, comunidade e
cultura. Rio de Janeiro: Vozes, 2008.
JOVCHELOVITCH, S. e GUARESCHI, P. Textos em representações sociais. Rio
de Janeiro: Vozes, 1995.
LEFRANCOIS, G. R. Teorias da aprendizagem. São Paulo: Cengage Learning,
2008.
MONTOYA, A. Piaget: imagem mental e construção de conhecimento. São
Paulo: Unesp, 2005.
MOSCOVIC, S. A representação social da psicanálise. Rio de Janeiro: Zahar,
1978.
MOSCOVICI, S. Representações sociais: investigações em psicologia social.
Rio de Janeiro: Vozes, 2005.
PIAGET, J. A tomada de consciência. São Paulo: Melhoramentos, 1977.
Volume 5 Número 1 – Jan-Jul/2013 60
www.marilia.unesp.br/scheme
ISSN: 1984-1655
PIAGET, J. A formação do símbolo na criança. São Paulo: LTC, 1990.
PIAGET, J. A representação do mundo na criança. Rio de Janeiro: Record, 2005
(1979/1994).
PIAGET, J. O juízo moral na criança. São Paulo: Mestre Jou, 1977b.
RANGEL, M. A pesquisa de representação social como forma de enfrentamento de problemas sócio educacionais. São Paulo: Idéias e letras, 2004.
SÁ, C. Núcleo central das representações sociais. Rio de Janeiro: Vozes, 1995.
SILVEIRA, C. d. A técnica cloze e o jogo de regras: construindo relações e conhecimentos. In: SANTOS, A. d., BORUCHOVITCH, E. e OLIVEIRA, K. L. Cloze: um instrumento de diagnóstico e intervenção (pp. 249-282). São Paulo: Casa do Psicólogo, 2009.

Downloads

Edição

Seção

Artigos