Marx e a liberdade como questão individual e coletiva

Autores

  • Ariovaldo Santos Professor doutor do Departamento de Ciências Sociais – UEL.
  • Francieli Araujo Mestra em Educação

DOI:

https://doi.org/10.36311/0102-5864.2020.v57n1.06.p47

Palavras-chave:

Liberdade. Emancipação humana. Sociedade comunista. Ética.

Resumo

O artigo apresenta elementos sobre a categoria liberdade e sua incorporação no pensamento de Marx a uma perspectiva societal resultante de atos práticos pelos seres sociais. A hipótese trabalhada é de que a liberdade em Marx se refere à exigência, no indivíduo, da fluição de suas potencialidades humanas, mas, também, à realização da vida material e espiritual do conjunto da humanidade. Assim, se a liberdade não é um valor universal, por outro lado, ela é uma valoração mediante a qual podem exprimir-se indivíduo e social. É um bem a ser defendido, mas que só pode efetivar-se pela ação prática dos próprios homens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-06-29