Kant’s Unconscious ‘Given’

Autores

  • Patricia KITCHER

DOI:

https://doi.org/10.36311/2318-0501/2014.v2n02.4116

Resumo

Kant appeals to unconscious representations for reasons that are deeply connected to his distinctive theory of cognition. He is an empirical realist, accepting the Empiricist claim that cognition must be based in sensory data. He is an idealist about spatial and temporal representations. He believes that human perception is always of objects or events with temporal and spatial properties. It follows from these three claims that the sensations that must begin the process of cognition lack spatial and temporal properties and so are not perceived, but unconscious.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia KITCHER

O Laboratório Editorial foi instituído com o objetivo de criar condições e oportunidades para a difusão de pesquisas e tornar públicos os resultados dos trabalhos do corpo docente da FFC. Constitui-se num órgão adjunto à Diretoria da FFC e vinculado à SAEPE, com o apoio da Seção Gráfica, da Diretoria, da Biblioteca, e das Seções de Finanças, Compras e Técnica Acadêmica. A função do Laboratório Editorial é a de assessorar, planejar, realizar e distribuir livros, periódicos e outras publicações elaboradas na FFC.

E-mail: labeditorial@marilia.unesp.br 

Arquivos adicionais

Publicado

2021-10-06

Edição

Seção

Artigos/Articles