POSSÍVEIS RELAÇÕES ENTRE AS NOVAS TECNOLOGIAS E O DESENVOLVIMENTO MORAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

  • Rita Melissa LEPRE
  • Aline KAADOKA
  • Vitor de Morais Alves EVANGELISTA
Palavras-chave: Desenvolvimento moral, Nativos digitais, Crianças, Adolescentes, Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs)

Resumo

A convergência entre a informática, a eletrônica e os sistemas informativos pro-porcionaram uma revolução nos meios de comunicação. Estaríamos vivendo em uma era balizada pelo advento do multiculturalismo, das “tribos digitais”, das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) e dos Sites de Redes Sociais (SRSs). Devido à rápida difusão da tecnologia digital nas últimas décadas do século XX somos testemunhas de uma singularidade ou desenvolvimento de um “novo mundo”, a “sociedade em rede”. Um dos fenômenos que surgiram graças a esse contexto ficou conhecido como "Nativos Digitais", termo que de-signa todos aqueles que nasceram no mundo online e são "falantes nativos" da linguagem digital. Discute-se que a geração atual de crianças e jovens sofreu uma mudança tão drástica em relação às gerações anteriores que propiciou o surgi-mento de um fosso digital entre eles, os seus familiares e seus professores. O ar-tigo que apresentamos tem como objetivo propor e analisar as possíveis relações entre o uso dessas novas tecnologias e o desenvolvimento moral das crianças e dos adolescentes. Optamos por essa temática por entendermos que o surgimento das NTICs revolucionou o universo sociocultural e possivelmente alterou a es-trutura do processo de desenvolvimento, aprendizagem, interação e comunica-ção dos sujeitos. É certo que, nessa fase, os valores prezados e promovidos pelos pais, sociedade, professores, pares ou quem quer que seja significativo para a cri-ança e/ou adolescente, exercem influência e são de grande importância para a construção de valores morais e, consequentemente, para o desenvolvimento mo-ral dos mesmos. As crianças e jovens de hoje estão acostumadas a serem multita-refas, a lidar com uma infinidade de informações rápidas, descartáveis e diversas; além disso, passam a maior parte de suas vidas online e se maravilham com todas as possibilidades que encontram. Nesse embate, o que deve acontecer? Quem deve ensinar a quem? Os filhos devem se adaptar ao antigo ou os educadores ao novo? Esse novo paradigma cultural influenciaria constantemente a formação e o desenvolvimento social, afetivo, moral e cognitivo do homem. Parece-nos que é o momento de identificar as perguntas e os problemas principais que a reali-dade complexa propõe ou suscita. Do campo da psicologia do desenvolvimento, mais pontualmente a partir das teorias que discorrem sobre o Desenvolvimento Moral, tivemos o ímpeto de refletir e ponderar os significados e as repercussões desse fenômeno digital na evolução da moralidade infantil.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-04-30
Seção
Artigos