Qualidade de Vida no Trabalho: a percepção dos servidores públicos

  • José Marcos Nunes Benevenute Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
  • Sheila Ataíde Domingues de Souza Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
  • Ângela Maria do Amaral Abreu Carvalho Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
Palavras-chave: saúde do trabalhador, Gestão de Pessoas, Qualidade de Vida no Trabalho

Resumo

O estudo objetivou investigar junto aos trabalhadores quais aspectos que podem influenciar na qualidade de vida no trabalho e oferecer elementos para o desenvolvimento de ações futuras que contribuam para um ambiente laboral de bem-estar e satisfação. Utilizou-se metodologia quantitativa de corte transversal por meio de questionário criado por Walton (1973) que avalia qualidade de vida no trabalho em 8 dimensões e 36 subdimensões.  Os resultados indicaram  que   existe satisfação com o trabalho na maioria das dimensões avaliadas, o que sugere um ambiente de trabalho que contribui para a boa qualidade de vida dos servidores. Contudo, em todas as dimensões avaliadas existe algum grau de insatisfação e um elevado número de neutralidade possibilitando inferir que o método adotado pode não ter contribuído para expressões mais genuínas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Marcos Nunes Benevenute, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
Enfermeiro, mestre em administração de empresas, atualmente atuando na Unidade do Subsistema Integrado de atenção a saúde do servidor - SIASS do Instituto Federal do Espírito Santo - Campus de Alegre.
Sheila Ataíde Domingues de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
Psicóloga, mestre em Psicologia, atualmente atua como psicóloga no Instituto Federal do Espírito Santo - Campus de Alegre e integra a equipe multiprofissional da unidade do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor - SIASS
Ângela Maria do Amaral Abreu Carvalho, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo
Graduada em Licenciatura Plena em Matemática, mestre em Educação Agrícola, atualmente atua como coordenadora geral de Gestão de Pessoas no Instituto Federal do Espírito Santo-Campus de Alegre.
Publicado
2019-06-28
Seção
Artigos