AS AÇÕES DO SUPERVISOR DE ENSINO E A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES ALFABETIZADORES NO PROGRAMA “LER E ESCREVER”

  • Alessandra David Centro Universitário Moura Lacerda.
  • Gisela Do Carmo Lourencetti Doutora em Educação Escolar - UNESP/Araraquara. Secretaria Municipal de Educação de Araraquara.
  • Marcia Suzana Pinto Zoccal Mestre em Educação pelo Centro Universitário Moura Lacerda de Ribeirão Preto/SP. Supervisora de Ensino da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo.

Resumo

Resumo: Este trabalho objetiva analisar as ações de formação continuada do supervisor de ensino no Programa Ler e Escrever da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo no HTPC - Horário de Trabalho Pedagógico Coletivo. Trata-se de uma pesquisa de natureza qualitativa, bibliográfica e documental, com fundamentação em autores da perspectiva crítica. Após as análises verificou-se que os assuntos abordados nos documentos pesquisados se referem exclusivamente às orientações do Programa “Ler e Escrever” e não se cogitou incluir nessas reuniões outras concepções de trabalho pedagógico. Dessa forma, o que deveria ser formação continuada ministrada pelo supervisor de ensino, passa a ser apenas um treinamento, pois o professor é excluído do processo de reflexão e elaboração do currículo e se torna apenas um executor do que foi estabelecido em outras instâncias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alessandra David, Centro Universitário Moura Lacerda.
Doutora em Educação Escolar - UNESP/Araraquara. Professora do Programa de Mestrado em Educação do Centro Universitário Moura Lacerda, de Ribeirão Preto/SP
Publicado
2018-12-17
Seção
Artigos