[1]
R. Musse, “Diferenças entre as deduções nas duas edições da crítica da razão pura”, TRANS/FORM/AÇÃO: Revista de Filosofia da Unesp, vol. 20, nº 1, p. 45–55, jan. 1997.