[1]
L. D. Agostinho, “Guattari: Máquina, sujeito e história”, Trans/Form/Ação, vol. 43, nº 1, p. 103–126, ago. 2021.