[1]
A. V. da S. Filho, “A ironia na teoria do romance: da exigência normativo-composicional do romance em Goethe ao viver a arte em Novalis”, Trans/Form/Ação, vol. 35, nº 02, p. 51–68, ago. 2012.