[1]
M. F. Bolognesi, “Tragédia: uma alegoria da alienação”, Trans/Form/Ação, vol. 12, p. 23–36, jan. 1989.