[1]
I. M. Loureiro, “Rosa Luxemburg: revolução e democracia”, Trans/Form/Ação, vol. 11, p. 61–67, dez. 1988.