https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/issue/feed Revista Novos Rumos 2020-07-29T14:01:29-03:00 Marcos Del Roio labeditorial.marilia@unesp.br Open Journal Systems <p>A revista <em>Novos Rumos </em>é expressão político cultural do Instituto Astrojildo Pereira desde o início de 1986, quando começou a circular. A revista (assim como o IAP) passou por fases diversas, acompanhando o fluxo do tempo político e cultural, fazendo parte, na sua miudez, da contradição em processo no nosso tempo. Manteve sempre o objetivo de acompanhar, perscrutar e criticar os fundamentos do tempo presente, mas a partir de um campo cultural e de um ponto de vista teórico e metodológico bem delimitado, que é aquele que tem na obra Karl Marx e no projeto da emancipação humana a sua clara origem e referência. Uma rápida consulta às edições publicadas indica como a revista tem se dedicado a apresentar textos teóricos de qualidade, textos que enriquecem o conhecimento da história do marxismo e do movimento operário e revolucionário, textos que esclarecem a necessidade de se afirmar o trabalho como fundamento do ser social do homem, além de artigos de crítica do imperialismo atual, de critica cultural e outras.</p> https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10463 Sob o domínio do capital: a precariedade do trabalho artístico nas indústrias culturais 2020-07-29T14:01:22-03:00 Ricardo Normanha angel.lovatto@gmail.com <p>Este artigo tem como objetivo abarcar as características capitais do trabalho artístico, de forma geral. Também reside neste intento o esforço em compreender o trabalhador e trabalhadora do campo artístico como elementos centrais na criação de valor e acumulação de capital no contexto da indústria cultural. O mundo das artes tem se tornado um segmento cada vez mais economicamente relevante, iluminando um duplo processo: em primeiro lugar, nota-se que a arte é dotada de valor econômico, é transformada em mercadoria da Indústria Cultural, o que a localiza no universo das relações sociais de produção; em segundo lugar, observa-se também que os valores e competências típicos do universo artístico são conduzidos à esfera da produção de bens materiais.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10447 Palavra do Editor 2020-07-29T14:01:29-03:00 Marcos Del Roio angel.lovatto@gmail.com <p>Palavra do editor&nbsp;</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10455 Hegel, Espinosa e o marxismo: para além de dicotomias 2020-07-29T14:01:26-03:00 Mauricio Vieira Martins angel.lovatto@gmail.com <p>O artigo analisa alguns aspectos do pensamento de Hegel e de Espinosa, no que diz respeito à contribuição destes pensadores para o marxismo. Tal análise se insere nas tentativas ocorridas, de alguns anos para cá, de superar aquelas abordagens dicotômicas que apresentavam como excludentes as contribuições destes dois pensadores para a teoria marxista. Em Espinosa, foram enfatizados: seu distanciamento frente às doutrinas criacionistas de sua época; sua crítica à suposição de que existe uma <em>teleologia</em> na natureza; sua defesa da democracia como regime político. Em Hegel, abordamos a importância das <em>contradições</em> no processo histórico; as <em>determinações de reflexão</em> (pares categoriais que só existem em referência recíproca); a descontinuidade trazida pelo trabalho humano na causalidade natural. O artigo se encerra discutindo dentro de que limites pode-se sustentar as categorias da <em>negação</em> e da <em>negatividade</em> numa abordagem contemporânea.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10456 Marx e a liberdade como questão individual e coletiva 2020-07-29T14:01:25-03:00 Ariovaldo Santos angel.lovatto@gmail.com Francieli Araujo angel.lovatto@gmail.com <p>O artigo apresenta elementos sobre a categoria liberdade e sua incorporação no pensamento de Marx a uma perspectiva societal resultante de atos práticos pelos seres sociais. A hipótese trabalhada é de que a liberdade em Marx se refere à exigência, no indivíduo, da fluição de suas potencialidades humanas, mas, também, à realização da vida material e espiritual do conjunto da humanidade. Assim, se a liberdade não é um valor universal, por outro lado, ela é uma valoração mediante a qual podem exprimir-se indivíduo e social. É um bem a ser defendido, mas que só pode efetivar-se pela ação prática dos próprios homens.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10457 Lukács entre política e ética 2020-07-29T14:01:24-03:00 Antonino Infranca angel.lovatto@gmail.com <p>O ensaio analisa o último período do pensamento do Lukács e, em particular, a sua reflexão sobre os problemas da política e da ética. Lukács sempre esteve interessado nas questões da política e da ética no curso de toda a sua produção intelectual. Depois da morte do Stalin, este interesse se revelou abertamente e sem limites. A crítica a Stalin e aos seus epígonos é a constante da sua reflexão política e ética. O velho Lukács desenvolve o conceito de democratização buscando estimular o início de um proceso de reestruturação política nos países do socialismo realizado. O ensaio analisa também a última entrevista de Lukács, conhecida como o seu <em>Testamento político</em>.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10459 Os meios de comunicação, Gramsci e a construção de homem-dirigido 2020-07-29T14:01:24-03:00 Paolo Ercolani angel.lovatto@gmail.com <p>Este artigo trata do pensamento de Antonio Gramsci problematizando a seguinte hipótese de trabalho: se for verdade que o campo de estudo e ação mais importante da filosofia marxista consistiu na análise das formas de domínio do mais forte sobre o mais fraco, a grande intuição de Antonio Gramsci parece ter oferecido um dos legados mais frutíferos, que reside, sobretudo no reconhecimento de como, em pleno século XX, surgiam novas formas de dominação para além do contexto estrutural, afetando diretamente a superestrutura ideológica.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10460 Aproximações entre ontologia marxiana e paleontologia no salto ontológico ser natural/ser social: especialização, não-especialização e trabalho 2020-07-29T14:01:23-03:00 Adriano Lopes angel.lovatto@gmail.com <p>O processo do salto ontológico do ser natural ao ser social pode nos dar uma chave para um entendimento substancial sobre as fundamentais diferenças entre humanos e todas as outras espécies de animais. Analisamos as categorias especialização/não-especialização, bem como a sua relação com a tecnologia e o trabalho. Baseando-nos nas contribuições da paleoantropologia através da lente crítica da ontologia materialista moderna que reconhece a historicidade evolutiva dos seres, evidenciando a transição de um ambiente meramente biológico-causal para um mundo histórico-social e a categoria central que diferencia a humanidade dos outros animais.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10454 A Primeira Conferência Comunista Latino Americana. Buenos Aires, junho de 1929. 2020-07-29T14:01:26-03:00 Marly Vianna angel.lovatto@gmail.com <p>O presente artigo pretende entender as deficiências teóricas – e, portanto, práticas – do PCB na década de 1920. Para isso analisa a participação dos comunistas brasileiros na Primeira Conferência dos Partidos Comunistas Latino-Americanos, realizada em Buenos Aires em junho de 1929.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10461 Interpretando o fim do ciclo 1988-2016: pode a “parceria” Furtado e Florestan fornecer novas pistas teóricas e metodológicas para entender o presente passado? 2020-07-29T14:01:22-03:00 Alexandre de Freitas Barbosa angel.lovatto@gmail.com <p>Neste texto, recorremos às obras de Furtado e Florestan para ilustrar a sua ousadia metodológica de questionar a falsa universalidade das teorias produzidas no centro, para ressalvar a nossa especificidade, sem com isso desprezar as categorias que compõem o patrimônio comum do pensamento social e econômico. Tal esforço somente seria possível se revelássemos o todo - ou melhor, as estruturas geopolíticas e sociais do capitalismo na sua manifestação internacional - do qual fazíamos parte enquanto periferia, tal como demonstrado por estes intelectuais.</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10451 Um debate perdido nas origens da Teoria da Revolução Brasileira: Introdução aos documentos de Plínio Mello (24 fev 1928 e 21 fev 1928) 2020-07-29T14:01:28-03:00 Lucas Andreto angel.lovatto@gmail.com <p>Seção clássicos - documentos desta edição de Novos Rumos traz cartas inéditas de Plinio Mello ao PCB sobre as eleições.&nbsp;</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10452 A questão das eleições estaduais em São Paulo - Carta à C.C.E. 2020-07-29T14:01:28-03:00 Plinio Mello angel.lovatto@gmail.com <p>Carta de Plinio Melllo à CCE do PCB. Documento.&nbsp;</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/novosrumos/article/view/10453 Ainda as eleições de fevereiro em S.Paulo - Tréplica final da C.C.E. 2020-07-29T14:01:27-03:00 Plinio Mello angel.lovatto@gmail.com <p>Carta de Plinio Mello ao PCB.&nbsp;</p> 2020-06-29T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2020 Revista Novos Rumos