1
BAUER, Cássio Henrique; BEDIN, Sonali Paula Molin.. Inbound Marketing e User Experience e Suas Convergências
no Contexto das Mídias Sociais Digitais: projeções através de uma ótica da ciência da informação. Brazilian
Journal of Information Science: research trends, vol. 17, publicação contínua 2023, e023049.
DOI: 10.36311/1981-1640.2023.v17.e023049
Inbound Marketing e User Experience e suas
Convergências no Contexto das Mídias Sociais
Digitais: projeções através de uma ótica da Cncia da
Informação
Inbound marketing and user experience and their convergences in the context of digital social media:
projections through the perspective of Information Science
Cássio Henrique Bauer (1), Sonali Paula Molin Bedin (2)
(1) Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC), Brasil, cassiohenrique893@gmail.com
(2) Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Brasil, sonali.bedin@ufsc.br
Resumo
Em uma sociedade em que se observa, ao mesmo tempo, agentes que produzem e consomem informação,
o intento de obter destaque em meio a imensidão informacional tende a ser uma tarefa desafiadora. Nesse
contexto, as empresas têm utilizado os canais digitais para atingir novos consumidores, além de fidelizar
clientes antigos. Por essa razão, o presente artigo tem por objetivo promover a discussão teórica de conceitos
referentes ao inbound marketing, a user experience e as mídias sociais à luz de uma ótica da área da Ciência
da Informação. Para tal, utilizou-se a pesquisa bibliográfica para levantar uma base teórica para sustentar o
debate proposto. Com efeito, as relações conceituais observadas permitiram observar convergências entre
os objetos estudados, pois ambos dão importância ao fato de compreender as características dos usuários e
projetar experiências adequadas a partir disso, além de explicitar a relevância da temática para o campo da
Ciência da Informação, visto que este pode se beneficiar adequadamente com o aperfeiçoamento do
conhecimento sobre tais estratégias, acerca da sua atuação em mídias sociais digitais. Conclui-se que
existem convergências entre as temáticas analisadas e que estão dentro do compêndio de conhecimento
necessário para a atuação presente dos profissionais da Ciência da Informação.
Palavras-chave: Marketing em mídias sociais; Comunicação on-line; Plataformas sociais; Interação do
usuário
2
BAUER, Cássio Henrique; BEDIN, Sonali Paula Molin.. Inbound Marketing e User Experience e Suas Convergências
no Contexto das Mídias Sociais Digitais: projeções através de uma ótica da ciência da informação. Brazilian
Journal of Information Science: research trends, vol. 17, publicação contínua 2023, e023049.
DOI: 10.36311/1981-1640.2023.v17.e023049
Abstract
In a society where information is both produced and consumed by various agents concurrently, the endeavor
to achieve prominence within the vast realm of information has become an increasingly challenging task.
In this context, businesses have turned to digital channels to reach new consumers and foster loyalty among
existing clients. For this reason, this present article aims to facilitate a theoretical discussion of concepts
related to inbound marketing, user experience, and social media, within the framework of the field of
Information Science. To accomplish this objective, a comprehensive theoretical foundation was constructed
through a thorough review of relevant literature, underpinning the proposed discourse. As a result, the
observed conceptual relationships have highlighted convergences between the subject matters, as both
underscore the importance of comprehending user characteristics and devising tailored experiences.
Furthermore, this emphasizes the significance of this theme within the domain of Information Science,
which stands to benefit significantly from an enhanced understanding of these strategies and their role in
the realm of digital social media. In conclusion, it is evident that there are intersections among the analyzed
themes, which align with the essential knowledge base required for the current practice of Information
Science professionals.
Keywords: Social media marketing; On-line communication; Social platforms; User interaction
1 Introdução
A partir da sua origem, a Ciência da Informação (CI) atraiu olhares de diversos
profissionais de variados setores, em que se salienta a presença desde então, de qualificados em
marketing e de negócios em geral, neste campo de estudo (Saracevic 1996). Dessa maneira, tal
como em outras áreas de estudo, a CI se debruça em estudar a relação entre tecnologias e seres
humanos. Saracevic (1996) alerta, também, que é relevante buscar um equilíbrio, o que significa
recorrer a conceitos, objetivos e filosofias oriundas dos próprios fatores humanos para propor um
liame de constância. Acresce que a CI é uma disciplina que lida com a informação e a
comunicação, demandando, nesse caso, uma abordagem interdisciplinar para compreender e
solucionar problemas informacionais de maneira multidisciplinar (Saracevic 1996). No que lhe
concerne, a CI pode desempenhar um papel significativo para compreender o emprego das
estratégias de inbound marketing à luz das práticas de design de experiência no contexto das mídias
sociais digitais. Isso porque, ambos tópicos abordam questões de estudo do campo da CI, logo são
passíveis de investigação por pesquisadores da área. Além disso, conforme sugere Dantas (2006),
lembra-se que a CI possui subsídios aceitáveis para auxiliar os profissionais de marketing, na
medida que estes especialistas estabelecem uma relação de dependência em torno da informação
para obter conhecimento, sendo os dados, portanto, base de estudo da CI.
3
BAUER, Cássio Henrique; BEDIN, Sonali Paula Molin.. Inbound Marketing e User Experience e Suas Convergências
no Contexto das Mídias Sociais Digitais: projeções através de uma ótica da ciência da informação. Brazilian
Journal of Information Science: research trends, vol. 17, publicação contínua 2023, e023049.
DOI: 10.36311/1981-1640.2023.v17.e023049
Existem sustentações teórico-científicas de que a tecnologia é capaz de influenciar e, até
mesmo, moldar o campo de atuação do profissional da informação. Ferreira (2003), por exemplo,
conclui que o profissional da informação possui uma relação direta com os negócios, uma vez que
este qualificado possui o objetivo de gerar lucro através do capital intelectual. Hoje em dia, por
outro lado, tal perfil ainda mantém este viés empresarial de atuação, porém com maior
abrangência. De forma mais recente, Lelis et al. (2021) afirmam que se espera que o profissional
da informação consiga lidar com a informação a fim de torná-la um elemento estratégico para
organizações em geral.
À luz da análise em questão, um dos objetivos apontados pelos autores diz respeito à
promoção da “integração e dialogicidade entre sistemas tecnológicos, produtores e consumidores
de informação” (Lelis et al. 2021 p. 118). Pelo exposto, compreende-se, consequentemente, que o
profissional da informação pode atuar como um agente relevante nas mídias sociais digitais,
contribuindo para as informações serem coletadas, analisadas e interpretadas de forma correta,
assim como contribuir para permitir um diálogo positivo entre empresas e clientes de maneira a
satisfazer necessidades de ambos, na medida que faz o gerenciamento de informações, projeta
interfaces e avalia sistemas de informação. Ainda em tempo, a Special Libraries Association
(2016) elencou algumas competências que profissionais de informações devem possuir, a depender
da sua especialização, em face às novas configurações tecnológicas no qual a sociedade se encontra
atualmente, dentre as quais destaca-se aquela denominada ‘Tecnologia e Sistemas de Informação
e Conhecimento’, a qual abrange alguns objetivos próprios que merecem serem destacados, a
saber:
Selecionar e usar ferramentas de gerenciamento de informações, como sistemas
de gerenciamento de bibliotecas, sistemas de gerenciamento de conteúdo,
plataformas de mídia social e ferramentas de recuperação e análise de
informações […] Projetar interfaces para uma experiência de usuário intuitiva
[…] (Special Libraries Association 2016).
Não obstante, justifica-se a presente análise considerando a ideia de que os usuários das
mídias sociais digitais tanto produzem como consomem os conteúdos, informativos ou não, de
forma recorrente. Consequentemente, há, nos espaços observados, uma oportunidade para que a
CI atue como uma disciplina que incentiva o debate de assuntos adjacentes a temática em questão,
4
BAUER, Cássio Henrique; BEDIN, Sonali Paula Molin.. Inbound Marketing e User Experience e Suas Convergências
no Contexto das Mídias Sociais Digitais: projeções através de uma ótica da ciência da informação. Brazilian
Journal of Information Science: research trends, vol. 17, publicação contínua 2023, e023049.
DOI: 10.36311/1981-1640.2023.v17.e023049
isso porque, como se sabe, tais mídias on-line possuem algoritmos próprios que determinam a
entrega de um produto para determinada pessoa consoante as ações tomadas pelo indivíduo em
decorrência do seu percurso de interação. Desse modo, a CI pode se debruçar para investigar
métodos eficazes, eficientes e satisfatórios tendo em vista promover a atratividade, a conversão e
a fidelização de consumidores/clientes ao recorrer aos conhecimentos de recuperação da
informação, por exemplo, no ambiente das mídias sociais digitais para atingir os objetivos de
marketing, principalmente em relação à elaboração de uma experiência agradável que converta
consecutivamente desconhecidos em clientes, como no caso desta reflexão. Portanto, se esclarece
que as mudanças tecnológicas e sociais demandam uma nova postura do profissional da
informação, isto é, contemporaneamente é preferível que tais qualificados possuam competências
que assegurem a sua atuação em meios de comunicação difusos, o qual destacam-se competências
referentes à tecnologia, informação, comunicação e gestão, além daquelas que tange às funções de
negócios, liderança, tecnologia da informação, comunicação e marketing (Oliveira et al. 2019).
Acerca disso se objetiva, portanto, fomentar o debate relacionado aos temas de inbound
marketing, user experience e mídias digitais, a partir de uma ótica baseada na CI, para responder,
primeiramente, se existem convergências entre o marketing de atração e a experiência do usuário,
para em seguida, como o profissional da CI pode se beneficiar da aquisição de conhecimento em
marketing de atração e experiência do usuário no cenário pertinente, considerando suas
competências enquanto profissional da informação.
Finalizando, classifica-se o presente artigo como uma análise teórica de cunho
exploratório. Acerca disso, recorre-se à pesquisa bibliográfica, a qual se desenvolve primeiramente
a apresentação de conceitos que tangem o debate em torno da temática e, em seguida, são propostas
as relações entre os mesmos e apresentadas as possíveis aproximações identificadas. No tocante a
organização do estudo, primeiramente faz-se uma apresentação das mídias sociais digitais,
utilizando o conceito de ciberespaço para facilitar sua elucidação. Em um segundo momento,
volta-se o olhar para o marketing digital e, por conseguinte, ao inbound marketing e suas etapas.
Posteriormente, trata-se do design de experiência, ou seja, a relevância de levar em consideração
as necessidades dos usuários, além de quesitos cognitivos dos mesmos, para desenhar uma
5
BAUER, Cássio Henrique; BEDIN, Sonali Paula Molin.. Inbound Marketing e User Experience e Suas Convergências
no Contexto das Mídias Sociais Digitais: projeções através de uma ótica da ciência da informação. Brazilian
Journal of Information Science: research trends, vol. 17, publicação contínua 2023, e023049.
DOI: 10.36311/1981-1640.2023.v17.e023049
experiência satisfatória. Finalizando, as relações conceituais são identificadas e entrelaçadas entre
si, realizando-se, assim, uma análise teórica de conceitos e ideias.
2 Apontamentos metodológicos
A presente investigação parte da vontade de explorar uma temática passível de estudo,
identificada no trabalho realizado por Bauer (2022): a possibilidade de refletir sobre a relação entre
a elaboração de experiências agradáveis por meio de estratégias de user experience (UX) com o
intuito de potencializar as estratégias de inbound marketing no contexto das mídias sociais digitais.
Se faz relevante apontar, todavia, o interesse dos autores em traçar projeções teóricas, em formato
de artigo científico, a respeito da temática em questão. Logo, então, o presente artigo assume uma
característica básica em relação a sua natureza, uma vez que visa apenas discussões e debates
teóricos. Acerca dos seus objetivos, assume uma postura exploratória, uma vez que busca discorrer
sobre o relacionamento de temáticas pouco discutidas na academia científica. Utiliza unicamente,
enquanto procedimento, a pesquisa bibliográfica, tomando como base metodológica o ensaio
teórico, mas ainda assim, estabelecendo um rigor científico através de uma “[…] exposição lógica
e reflexiva, segundo uma estrutura metódica” (Salvador 1973).
Adicionalmente, em relação a coleta de dados, as fontes utilizadas restringiram-se a dois
pontos: a) publicações em periódicos científicos; e b) livros, digitais ou físicos. Não foram
incluídas publicações oriundas de redes sociais digitais, sites, blogs ou materiais afins que não
demonstrassem rigor científico. Todavia, as exceções foram os materiais publicados por entidades,
organizações ou instituições, como a Special Libraries Association (2016), com relevância na área.
De todo modo, a fase de coleta de dados fez parte da etapa de pesquisa através da identificação de
fontes (Figura 1).
A análise de dados, por outro lado, realizou-se em dois momentos do estudo: na pesquisa,
compreendeu a leitura, a identificação de termos e conceitos, e a inclusão destes em um mapa
conceitual; no refinamento, mediante observação, manipulação e análise do mapa conceitual
(Figura 1). Por fim, caso se observasse a necessidade de inclusão de nova fonte bibliográfica, como