Uma possível leitura kierkegaardiana de D. Quixote

Autores

  • Wagner de BARROS

DOI:

https://doi.org/10.36311/1808-8473.2007.v1n4.1399

Resumo

Pretendemos expor, mediante uma leitura da obra D. Quixote, a relação entre objetividade e subjetividade presente no pensamento kierkegaardiano. Para Kierkegaard, a subjetividade possui um papel relevante para a construção do real, pois toda realidade é uma realidade vivida. Deste modo, podemos dizer que analisar D. Quixote é tentar compreender os seus motivos e não tacha-lo de louco. A loucura de D. Quixote é a loucura do indivíduo existencial, do homem que constrói e vive a sua realidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

BARROS, W. de. (2011). Uma possível leitura kierkegaardiana de D. Quixote. BALEIA NA REDE, 1(4). https://doi.org/10.36311/1808-8473.2007.v1n4.1399