Kafka: Um desafio à interpretação

Autores

  • Patrícia da Silva SANTOS

DOI:

https://doi.org/10.36311/1808-8473.2007.v1n4.1396

Resumo

O presente texto procura apontar para aspectos da literatura de Kafka que ressaltam algumas de suas singularidades e o sentido de desorientação que a obra releva. A perspectiva fundamental é a de que Kafka expressaria a modernidade justamente ao relevar sintomas da ausência de sentidos orientadores. Neste sentido, seguimos de perto a leitura de Walter Benjamin de que o escritor tcheco seria imagem da “doença da tradição” e procuramos responder às críticas de Georg Lukács à ausência de realismo em Kafka, demonstrando o modo como a história faz-se presente na literatura do escritor. Escolhemos, ao final, a narrativa Posêidon como ilustração do modo como a alegoria, em sentido benjaminiano, aparece na obra do autor tcheco e, deste modo, procurar os elementos apontados no decorrer do texto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

SANTOS, P. da S. (2011). Kafka: Um desafio à interpretação. BALEIA NA REDE, 1(4). https://doi.org/10.36311/1808-8473.2007.v1n4.1396