Salve, salve meu rei, versus Brasil, ame-o ou deixe-o

Autores

  • Elionora Silvéria da COSTA

DOI:

https://doi.org/10.36311/1808-8473.2007.v1n4.1388

Resumo

O presente artigo vai enfocar alguns aspectos da presença do negro na sociedade brasileira a partir do personagem Goleiro no filme “O Ano em Que meus Pais Saíram de Férias”. No espaço restrito da narrativa fílmica, calidoscópio da convivência entre os mais diversos grupos humanos representados pelas colônias de imigrantes italianos, judeus, gregos que afluíram para o Bairro do Bom Retiro em São Paulo, é nítida a ausência quase total de personagens negros, estando o elemento afro sub-representado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Como Citar

COSTA, E. S. da. (2011). Salve, salve meu rei, versus Brasil, ame-o ou deixe-o. BALEIA NA REDE, 1(4). https://doi.org/10.36311/1808-8473.2007.v1n4.1388