Carolina de Jesus e a vivência de uma mulher na década de cinqüenta

Autores

  • Graciela Gonçalves SCHERDIEN
  • Juliana Néri MUNHOZ

DOI:

https://doi.org/10.36311/1808-8473.2006.v1n3.1363

Resumo

Carolina Maria de Jesus em Quarto de despejo retrata seu cotidiano e toda problemática da condição de uma mulher que sofre preconceitos por viver na favela, ser negra e mãe solteira de três filhos.A autora nasceu em 1917 no Sul de Minas Gerais onde passou sua infância, o que nos leva a pensar, histórica e socialmente, a discussão sobre o papel da mulher no período entre o decênio de 1920 e 1950. Carolina contrariaria o sistema familiar pré estabelecido como “normal” neste período, segundo o qual os homens deveriam ocupar o lugar de provedores financeiros e chefes da família e as mulheres encarregarem-se das atividades domésticas, como cuidar dos filhos, da casa, da comida, entre outras coisas. A própria Carolina nos conta que recebeu uma educação voltada às atividades domésticas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Graciela Gonçalves SCHERDIEN





Downloads

Como Citar

SCHERDIEN, G. G., & MUNHOZ, J. N. (2011). Carolina de Jesus e a vivência de uma mulher na década de cinqüenta. BALEIA NA REDE (Cessada), 1(3). https://doi.org/10.36311/1808-8473.2006.v1n3.1363