Comentário ao artigo "O tempo como critério de verificação da possibilidade do discurso filosófico"

Palavras-chave: Tempo, Fenômeno Elementar, Ontologia

Resumo

Penso ser ocioso reiterar as qualidades do texto de Estevão Lemos Cruz, que possui precisão filológica e um argumento em boa medida original. Para o leitor atento, tal artigo é uma importante contribuição para se pensar, segundo as palavras do autor, o fato de que "[...] o tempo é o elemento vinculador das condições de possibilidade da predicação e que só pode haver algo assim como o enunciado na medida em que há temporalidade; [no entanto, a predicação] é incapaz de expor adequadamente tanto o próprio tempo quanto todas as outras palavras fundamentais”, porque “o enunciado se fundamenta na estrutura imprópria da temporalidade (CRUZ, 2020, p. 183)." Trata-se, portanto, do desdobramento de uma conhecida tese que abre novos horizontes para o pensamento filosófico nos anos 1920, descoberta pelo hercúleo trabalho de Martin Heidegger, a saber, ser é tempo

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Augusto B. de Carvalho Dias Leite, Universidade Federal do Espírito Santo

Docente na Universidade Federal do Espírito Santo.

Publicado
2020-09-10
Seção
Artigos/Articles